• “Neste inédito workshop Gratuito o professor Guilherme Razgriz irá comandar uma atividade totalmente prática onde os participantes irão construir um projeto para a web totalmente funcional utilizando vetores 3d e o aclamado cms Joomla!

    A atividade será no dia 10/04 com início as 18:30 #Chegacedo para garantir o seu lugar! Vagas limitadíssimas! Para garantir a sua envie uma mensagem para INFO Arroba Crialivre.com.br com seu nome e telefone. Nos vemos lá!” [referência: crialivre.com.br]

  • Dica rápida de inkscape – grade axanomica

    Dica de Perspectiva no inkscape

    Sabe aquelas imagens feitas usando pontos de fuga? Dando a impressão de perspectiva? Sempre que precisava fazer uma desta usava truques porcos como colocar guias e então rotaciona-las para simular aquelas linhas que são feitas no papel, mas nunca ficavam a contento, ora tortas para um lado, ora para outros.

    Mas estes dias descobri como fazer isto ‘like a boss’ no inkscape de maneira indolor, veja abaixo: (mais…)

    Dica rápida de inkscape – grade axanomica
     
  • Quer um jogo 10 e totalmente gratuito é Team Fortress 2 de tiro  de primeira pessoa ( FPS)

    Use Steam (http://store.steampowered.com/browse/linux/?l=portuguese ) para instalar game.

    2013-05-26_00016

    OBS: Use com moderação pode causar vicio

  • A ferramenta de corte permite que se use a regra dos terços no momento do recorte, para isto basta escolher por ‘Regra dos terços’ na opção ‘Destaque’. Esta opção também está disponível para outras ferramenta, como por exemplo a de seleção.

    Dica - Usando guias para a regra dos terços na ferramena de recorte do gimp

  • Remoção de olhos vermelhos com o Gimp

    Atualmente vivemos um tempo onde o desenvolvimento das tecnologias esta ocorrendo de forma extremamente rápida, e isso não é diferente quando tratamos de ferramentas visuais, ou editor de imagens o nosso gimp, os truques as estratégias estão sempre se aprimorando, cada dia uma nova dica surge e isso enriquece e muito o trabalho de profissionais dessa área como por exemplo os fotografo, designers, enfim, o profissional que manipula imagens e neste artigo tratarei da correção ou remoção de olhos vermelhos.

    Com todas essas possibilidades o que não faltam são os nossos “GIMP’s” que na verdade é um apelido para GNU Image Manipulation Program, resumindo são as famosas ferramentas de manipulação de imagem que são o instrumento de trabalho de muitos fotógrafos e outros profissionais da área, podemos abordar algumas dicas, truques de como explorar ainda mais o potencial do GIMP.

    Gimp – Como posso obter?

    Para ilustrar melhor e o leitor poder compreender o que esta sendo dito basta adquirir gratuitamente o GIMP. É possível fazer seu download em seu website oficial, o www.gimp.org. A ferramenta é de código aberto e livre para utilização sem pagamentos algum.

    Remoção de olhos vermelhos?

    O GIMP pode ser usado como um simples programa de pintura, mas também é um poderoso editor para auxiliar no aumento da qualidade fotográfica e retoques. Sabe aquele ‘take’ único, que foi um momento especial do evento, mas que as pessoas sairam parecendo verdadeiros vampiros, com olhos acesos e vermelhos? O GIMP resolve com apenas alguns cliques, veja como!

    • Passo 1 – Amplie a sua imagem com zoom focando a área afetada pelo efeito vermelho nos olhos;
    • Passo 2 – Selecione a “Ferramenta de Seleção Elíptica” (tecla de atalho “E”), e faça um círculo contornando a área dos olhos afetada pelo efeito vermelho;
    • Passo 3 – Após seleção realizada nos olhos verifique no menu superior a opção “Cores” em seguida opção “Dessaturar…”;
    • Passo 4 – Irá aparecer uma caixa com algumas opções, você deve selecionar “Luminosidade” que é o efeito que causa deformidade na coloração dos olhos;

    Essa é uma dica essencial que todos devem conhecer, apesar de simples é uma técnica que pode salvar uma foto boa, mas que apresentou este efeito colateral irritante.

    Podemos explorar uma série de outras funcionalidades e aprimoramentos da ferramenta, afinal a sua utilização é de simples manuseio por conter elementos intuitivos para os usuários.

    Como esse maravilhoso editor é free ou seja não é necessário pagar por sua licença, conseguimos então uma excelente ferramenta de trabalho para nos acompanhar dia após dia. Tendo em mãos o conhecimento necessário para seu manuseio, somado com técnicas de fotografia, resulta em excelentes trabalhos.

    Créditos da imagem: Suus Wansink via Compfight cc

    Remoção de olhos vermelhos com o Gimp
     
  • Blender – usando para a arquitetura

    Desenvolvido pela Blender Foundation, Blender 3D já provou ser um dos software open-source no mercado com uma excelente capacidade de desenvolvimento para quem não pretende gastar um grande orçamento em programas para o mesmo efeito. Permite modelagem 3D, animação, texturização, edição de vídeo, criação de aplicações diversas como jogos e plugins específicos para arquitetura avançada. Blender 3D está também constantemente a ser melhorado com as suas atualizações gratuitas.

    Em arquitetura, programas como o Autocad são igualmente essenciais. Se de um lado vai modelar os objetos no Blender, o programa de CAD que o utilizador escolher vai permitir criar as plantas em 2D para posteriormente exportar para o Blender. É fulcral ter conhecimentos nas duas áreas e atualmente existem imensos guias que o podem ajudar a aprender o básico para trabalhar com estas duas ferramentas.

    Como começar a trabalhar

    Numa fase inicial deve ter um esboço da planta que pretende trabalhar no computador. Isto significa começar do zero, ou seja, criar um esboço (não precisa de ser perfeito) e trabalhá-lo à mão. O esboço deve conter uma visão geral do que é pretendido e quais os pontos-chave da planta. À medida que o utilizador vai desenhando, novas ideias surgem naturalmente. Corrija tudo o que não achar correcto e deixe o esboço trabalhado o suficiente.

    Nesta fase inicial necessita de escanear o esboço e começar a trabalhá-lo no computador. Ajuste o tamanho do esboço para não perder qualidade e “limpe” quaisquer imperfeições que possam existir com programas como o Photoshop, GIMP ou outro do género. Alguns pontos essenciais neste passo são:

    • Redimensionar e cortar a imagem.
    • Aumentar o contraste e certificar-se de que o esboço é bastante nítido.
    • Usar a borracha como ferramenta de correcção nas imperfeições.

    Agora sim, tem uma boa base para trabalhar. A partir do esboço, crie a planta final no programa de CAD da sua preferência para poder começar a trabalhar no Blender 3D.

    Exportar a planta para o Blender

    Chegou finalmente a vez de o Blender entrar em ação. Com o programa aberto, coloque a vista em “Top Ortho” (a tecla de atalho é ‘NUM 7’ em computador fixo e ‘7’ nos portáteis). Na tabela do lado direito irá encontrar a opção “Insert Image”, selecione essa mesma opção e insira a planta que criou no CAD. Para não perder qualidade, o tipo de ficheiro da imagem deve ser JPG ou PNG.

    Se inseriu a imagem corretamente, a mesma irá estar visível no ambiente de trabalho do Blender. A partir daqui, tudo depende da capacidade de modelagem do utilizador. A fase inicial é simples: adicionar cubo, extrudar faces e alongar, isto para “preencher” toda a planta. Para trabalhar as paredes, deve editar a altura das mesmas e eliminar as faces que não são necessárias. Nota: As imagens no Blender apenas são visíveis na visão de topo, pelo que se alterar elas irão desaparecer temporariamente.

     

    BlendME, um plugin útil de arquitetura para Blender

    Existem diversos plugins para Blender dedicados à arquitetura. Um dos mais conhecidos e conceituados entre os utilizadores experientes é o BlendME – Blender Modelling Environment. Consiste numa compilação de ferramentas open-source que lhe permite efetuar as mais diversas animações, simulações e modelações de arquitetura. O BlendME permite-lhe:

    • BIM – Building Information Modeling
    • Análise do comportamento térmico das plantas, através do EnergyPlus
    • Análise dinâmica de hidráulica dos objetos, através do OpenFOAM
    • Irradiação, através do Radiance
    • Trajetória solar
    • Cálculos estimados do ciclo de vida, custo, energia/CO2

    O software encontra-se em fase de desenvolvimento, no entanto podem visitar página oficial deste plugin para mais informações. BlendME irá estar disponível para Windows, MAC OSX e Linux.

    Créditos da imagem: Fernando Stankuns via Compfight cc

    Blender – usando para a arquitetura
     
  • Gimp faz o mesmo que o Photoshop?

    Qualquer um que se aventure na área do design gráfico e do tratamento de imagens ouve falar, logo de início, do poderoso Adobe Photoshop: popular software usado principalmente para edição de fotos e, em menor escala, para desenhos e colorização. O programa em questão, por ser tão ostentado, acaba ocultando alternativas igualmente interessante, como o Gimp (GNU Image Manipulation Program), um manipulador de imagens de código aberto. (mais…)

    Gimp faz o mesmo que o Photoshop?
     
  • Clonezilla faz imagem HD , partição e também via rede

    Uma excelente ferramenta para clonar Hd ou uma partição como Norton Ghost.

    Detalhe é de  graça ,

    Teste com Virtualbox (https://www.virtualbox.org/) usando sistema quiser windows ,linux e mac os x e vai descobrir como poderosa essa ferramenta o Clonezilla

    http://clonezilla.org/downloads.php

  • O Linux é dificil?

    Com tempo sinto cada vez mais usuário do Linux ,experiência e uso constante do sistema operacional  me faz entrar nesse universo código aberto.

    Escolhi por que cansei de ir comprar  softwares piratas e ter que  usar cracks para habilitar programa e sem falar no risco de vírus.

    O Linux é difícil, sim.porque toda mudança é dura.

    Estamos acomodados com uso de sistema operacional  Windows e mudar é difícil. (mais…)

    O Linux é dificil?
     
  • Como uso a placa de vídeo geforce chipset Nvidia tenho 2 monitores usando twinview no  Ubuntu

    Eu recomendo uso de 2 monitores onde passa tutorial em um e óbvio Blender no outro.

    Não tem jeito quando fiz curso  the nature academy   do Blender Guru ( http://thenatureacademy.blenderguru.com/fe/18637-trailer )

    tem que usar  o temido compositor do Blender  que requer muita atenção e o investimento de outro monitor é  dinheiro bem gasto nesta hora.

    Ter que abrir e fechar janela para olhar todos passos do Tutorial era exaustivo e missão impossível.

    O investimento em outro Monitor aumenta  aproveitamento nas Vídeos Aulas , recomendo.twinview

    2monitoresContudo,Arrume monitor usado, pode comprar um  bem barato, para passar sua vídeos aulas.

    Tem um porem,não consegui de jeito nenhum com resolução alta no segundo  monitor, tive que baixar a  resolução e mudar a frequência.

    Eu achei o cabo  Cabo HDMI/DVI  e assim  conexão com segundo monitor, fiz cambiara ,todavia funcionou.

     

     

  • giz de cera - artigo quem é o artista 3dUma criança

    O artista 3D inicialmente é, sem sombra de duvida uma criança! Ué? Como assim? Você deve ter se perguntado agora, mas sei que há de concordar comigo que uma das coisas que mais agrada uma criança é receber uma caneta ou alguns lápis de cor com alguma folhas em branco e total permissão para transferir sua imaginação, e assim somos nos quando abrimos o blender com a cena vazia e pegamos ‘ nossos lápis de cores virtuais’ e damos vasão a nossa criatividade.

    É certo também que a criatividade é algo intrínseco em qualquer criança! Ou nunca viu uma delas contando uma de suas expedições a um mundo imaginário? Temos que ter uma imaginação tão fértil e livre de preconceitos, limitações e tendencias como estes! Tem também que ser algo divertido, prazeroso como nos era em nossa idade tenra, temos que nos perder no tempo com isto ou não soara natural.

    Um fotografo

    Ser um bom fotografo é saber ver além do que os outros conseguem enxergar, prova disto é que duas pessoas com o mesmo equipamento, em um mesmo local, com as mesmas condições de iluminação, apontando para o mesmo tema conseguem fotos tão diferentes! Isto é resultado de suas experiencias, emoções e visão da vida, tudo captado em alguns milésimos de segundo e tudo isto é bagagem para artistas 3D, e não tenho nenhum receio de dizer que ser ainda melhores que estes grandes profissionais, pois precisamos conhecer todos as suas técnicas como enquadramento, configuração de iluminação, abertura de lente, etc e ainda temos que ver um tema que ainda nem existe! Por isto que temos que saber pelo menos o básico de fotografia, somos algo como algo como uma evolução desta arte, sem a mínima pretensão de ser superior.

    Um médico Legista/Veterinário

    Sempre que se modela um personagem 3D orgânico temos que tomar cuidado com seus músculos, tanto quanto em repouso ou tensionados, saber qual é o limite de rotação de uma articulação, qual a transparência de uma cartilagem, ou flacidez de uma determinada parte do corpo e suas proporções para período de sua vida e sua etnia.

    Químico/Físico

    Embora sejam campos científicos extremamente extensos, não é necessário nem possível ter amplo conhecimento de suas matérias, mas devemos conhecer algumas características básicas como índice de refração (IOR) e outras propriedades de como se comportam cada material para então tentar simular isto na cena 3D.

    Artista plastico

    Aqui já temos coisas mais objetivas como qual cor fica melhor nesta parte da composição, me agrada mais este elemento aqui, qual textura devo colocar neste outro objeto e assim por diante e este é na minha opinião o mais difícil atributo que um artista virtual precisa, afinal não é possível conseguir isto em uma formação acadêmica ou em cursos especializados, deve ser desenvolvido por cada individuo de forma única.

    Conclusão

    Ser um artista 3D não é algo tão simples assim como parece e ao mesmo tempo não é tão complexo, é preciso apenas saber dosar estes conhecimento e criar obras incríveis, basta ter persistência, determinação e não desistir.

    E você, o que acha que indispensável para o artista 3D?

  • tos-posterLançado em Setembro de 2012 o curta de 12min Tears of Steel, assim como seus antecessores tem o mesmo objetivo, melhorar o Blender e seus principais alvos foram:

    • Câmera e motion tracking
    • Renderização Foto-realistica
    • Melhorar composição, (video/vfx) edição, mascaramento
    • Fogo/fumaça/volumes & explosões

    O que sempre foi conseguido nas edições anteriores, nesta também não foi diferente e todos os objetivos foram alcançados de uma maneria ou outra, mas não é sobre detalhes técnicos do software que quero falar e sim sobre o curta. (mais…)

  • BlenderDesde os seus primórdios até os dias de atuais a computação gráfica mudou drasticamente. Esferas que simulavam muito porcamente volumes e flutuavam pela tela eram o orgulho dos primeiros nerds artistas; hoje porem podemos ser desafiados a descobrir se estamos sendo apresentados a fotos de uma modelo real ou virtual, se a foto que vemos realmente existia aquele carro conceito ou ele foi modelado e inserido no contexto de forma que não sabemos distinguir, se esta bela planta estava no estúdio ou não, se nossa próxima casa já está pronta ou o vendedor tem apenas uma maquete eletrônica em mãos.

    Os Softwares.

    Possivelmente quando se fala de modelagem 3D, o 3DMAX é o primeiro a ser lembrado por ser um dos (senão o) primeiros a trabalhar neste segmento, então podemos facilmente entender o porque se manteve líder absoluto por muitos anos, contudo já não existe uma folga muito grande como já foi, afinal existem hoje tantos outros tão bons quanto como o Maya, o Rhino, Cinema 4D, Zbrush, wings e é claro o Blender, só para citarmos alguns deles. (mais…)

  • Scribus-screenApesar de já ter algum tempo, foi liberada a versão 1.4 do software scribus, o mais completo software de editoração de texto do mundo livre.

    Existem versões para linux, Mac OS e Windows:

    http://wiki.scribus.net/canvas/Download

  • Então , para  sistema linux ubuntu achar precisar instalar via synaptic ntfs-3g for linux,pois nem com reza a” Santo Expedito”  o sistema reconhece sua HD externa para Backup

    1 passo para Kill Bill do sistema janela(Windows) ser reconhecido instalar ntfs-3g via Synapitc ou pelo terminal (sudo apt-get install ntfs-3g )

    Parte 2 “Kill Bil”l crie uma  pasta no diretório ” Home” no meu caso criei LG que fica assim:

    /home/santimsf/LG ( /home/nome do usuário /pasta para  sua HD externa LG)

    agora o comando no terminal :

    sudo fdisk -l  ( para listar seu dispositivos, use  comando no final “L”  de Lata só que minusculo )

    Verifique  como esta identificado seu dispositivo,  a minha HD externa usb esta como:

    /dev/sdc1  – HD externa usb

    sudo ntfs-3g /dev/sdc1 /home/santimsf/LG -o force – detalhe use force para obrigar o linux  mountar sua Hd externa Usb

    Lembre -se que sudo é para entrar como fosse ” root ” que  é nada mais que  um super usuário .
    santimsf@msn.com

    freiremsf

  • Tive problema  com HD onde por qual causa ou destino ela perdeu as tabelas de partição.

    Desesperado, onde tinha o ultimo backup feito entrei crise existencial,Procurando na internet programas onde somente pagando eu poderia recuperar.

    Acredite no Testdisk, pois eu duvidei.Quando software da vida com bela interface gráfica não adiantou ,pois como mercenários   somente pagando para funcionar e meu desespero testei o TestDIsk  .

    Acredite Funciona!pois parace pobre em recurso ,porem compre a tarefa e roda varias plataformas.

    http://www.cgsecurity.org/wiki/TestDisk

     

    Eu sei,eu sei! cara de pau colocar o link com tutorial de outro ,porem objetivo do site é juntar as informações e passar adiante.

    http://programasbyrudson.wordpress.com/2010/08/18/usando-o-testdisk/

    Se tem dicas post, vai ajudar outro com mesmo problema e garanto que na hora da agonia de perder todos os dados o Testdisk resolve.

     

    santimsf@msn.com

    freiremsf

  • Ester Fonseca <ester (arroba) crialivre.com> wrote:
    A organização do Coalti 2011 e o Cria Livre prepararam um concurso para todos
    os que desejam participar do COALTi 2011! Serão 10 inscrições gratuitas para
    o evento que acontecerá em Maceió, nos dias 28, 29 e 30 de outubro!

    Para saber como concorrer a essas vagas, acesse
    http://crialivre.tumblr.com/day/2011/07/06 ou envie um e-mail para ester arroba
    crialivre.com.br

  • Ester Fonseca <contato@ogimp.com.br> wrote:
    O Cria Livre está doando uma turma para a Comunidade Brasileira de Gimp.

    Uma turma perfeita para quem quer ajudar a comunidade e ainda aprender a usar o
    Gimp!

    Esta turma contemplará todos os interessados em adquirirem conhecimentos a
    respeito do uso e emprego da edição de imagens feita com o programa de código
    aberto denominado “Gimp” . Tal ação tem por objetivo auxiliar a comunidade
    em cumprir seus objetivos para o ano em exercício, assim o Cria Livre não irá
    cobrar o valor do Treinamento oferecido solicitando apenas que o interessado
    faça uma doação simbólica no valor de R$ 15,00 Reais para a comunidade.

    Para garantir a sua matrícula entre em contato com omantenedor da comunidade
    pelo email : “Contato arroba ogimp.com.br” informando o assunto “Curso o
    Gimp” , seu nome completo telefone. Note que todas as matrículas serão
    auditadas pela Comunidade Brasileira do Gimp por tanto somente poderão se
    matricular as pessoas que efetivarem a doação.

    Para mais informações, acesse o portal da comunidade no link
    http://ogimp.com.br

  • Primeiro abaixe o  arquivo no link abaixo:

    http://labs.adobe.com/downloads/flashplayer10_square.html

    Use no Linux Ubuntu as teclas Alt + F2 e digite:

    gksudo nautilus  (Linux   vai abrir uma janela , digite “gksudo nautilus” vai pedir a senha  do root, digite.Com isso não existe necessidade da operação ” encerrar sessão” e efetuar a trocar de usuário para administrador = root  )

    Click em  executar vai abrir uma janela  como root = administrador.Como na imagem abaixo.

    libflashplayer.so é arquivo que você  abriu do “flashplayer10_2_p3_64bit_linux_111710.tar.gz”  e colocou numa pasta qualquer.

    Tire os arquivos antigos do flash , mude o nome e coloque numa pasta (Para caso não de certo ,possa voltar com arquivos antigos).

    Coloque novo arquivo  “libflashplayer.so” baixado do site da Adobe.

    *** Atenção !Quando atualizei  Flash Player, os arquivos antigos junto com a atualização através do gerenciador de pacotes synaptic deram conflito, tive que fazer esse processo manualmente pois uso Linxu Ubuntu 10.10 somente assim funcionou comigo.****

    santimsf@msn.com

    freiremsf

  • Está bem em cima da hora, mas quem sabe você ainda consegue fazer!

    Ester Fonseca <ester (arroba) crialivre.com> wrote:
    O Cria Livre está disponibilizando a todos os interessados um curso de GIMP
    express. O mesmo será ministrado na modalidade de ensino à distância .
    Os interessados devem encaminhar e-mail para contato arroba crialivre.com.br.
    As inscrições ocorrerão até o dia 01/02.
    Vagas limitadas!

    Website: www.crialivre.tumblr.com

  • Filipe Soares Dilly (filsdd arroba gmail.com) nos enviou o seguinte aviso:

    Olá a Todos,

    Finalmente terminamos o novo site da Biblioteca de Pormenores ou Detail Library,
    como é conhecida na internet: http://detaillibrary.org e com um novo endereço:
    http://detaillibrarycommittee.org/

    Joana

    Ele também avisa que há um projeto em andamento, o curta-metragem Joana, que ao que indica, será apresentado passo a passo no site e promete que a partir de agora, todos os post terão seus textos em duas linguás a Inglesa  é o Portuguesa.

    Vamos acompanhar para ver o que vem por ai!

  • Está a fim de aprender sobre cinelerra? De uma olhada no site Paulo mantém!

    Já existem alguns tutoriais ensinado como fazer algumas coisas e você pode pedir um tema, quem sabe ele não te atende :D.

    http://dominandocinelerra.wordpress.com/

  • artwork 2011

    O Site http://www.cgarena.com/ deu inicio a mais um contest, desta vez para a criação das imagens de seu calendário, o de 2011.

    Você pode enviar imagens em 3d ou 2D! Veja todas as regras em:

    http://www.cgarena.com/archives/news/calendar2011_submit.php

    Você também pode ver o calendário de 2010 em:

    http://www.cgarena.com/archives/news/calendar2010.php

  • Enviado por  camila arroba crialivre·com·br

    Os cursos de verão são ideais para aprender a criar trabalhos profissionais como pinturas a óleo ou ilustração com pouquíssimos cliques! Os Cursos são totalmente dinâmicos e práticos . Com valores Mega Acessíveis. A partir de R$ 35,00. Não perca essa oportunidade. Matricule-se já!

    http://www.crialivre.com.br/

  • Furius ISO Mount – usando imagem “iso” no VirtualBox

    ISO   é uma imagem de CD, DVD ou BD de um sistema de ficheiros ISO9660.( http://pt.wikipedia.org/wiki/Imagem_ISO ), e o Furius ISO Mount é software para utilizar imagem  “Iso” (por exemplo )sem queimar um CD ou DVD.

    Furius ISO Mount - browse

    O Furius ISO Mount

    O ícone da  imagem montada através  software Furios (Pode   baixar  em : Aplicativos → Central de  programas do Ubuntu) aparece no seu Desktop.O software será encontrado depois de instalado  em Aplicativos → Acessórios

    Outra dica é que o VirtualBox também tem a capacidade de montar imagem “ISO” eliminado a necessidade de queimar” CD” ou “DVD”.

    Virtual Box - configurando uma maquina virtual

    Em Configurações →  Armazenamento →  Click na aba Gerenciador de Mídias Virtuais

    Detalhe importante! Tenha ideia de um computador comum, com HD Primaria , Secundaria e escrava(Slave) .

    Virtual Box - configurando discos virtuais

    Observe em Árvore de armazenamento os discos virtuais criados.No canto direito tem o “Slot” onde pode selecionar se o disco virtual é HD primaria , secundaria e “slave” (escrava)

    Existe problema de criarmos o disco virtual com pouco armazenamento, isto é ,dele fica cheio

    A solução  é  usar o software  “Ggparted” para copiar o disco virtual antigo e passar todos os dados para novo criado e claro com mais espaço.

    baixe no link  “ http://gparted.sourceforge.net/livecd.php

    No Virtual Box  entre : Arquivo  → Gerenciador  de Discos Virtuais e crie novo HD Virtual.

    Virtual Box - criando um novo disco virtuai

    Em Sistema selecione  CD rom para inicializar primeiro

    Virtual Box - configurando o uso de memoria

    Lembre -se de colocara imagem do Gparterd na aba armazenamento pode efetuar o processo :

    Virtual Box - configurando discos virtuais

    ** Antes tenha certeza que seu disco virtual seja maior que anterior, pois “Gparted” não deixa transferir.

    Exemplo:

    Seu disco virtual antigo era 10 gb  ,então crie um novo de 30 gb.**

    Ao inicializar o Gparted  vai encontrar  essas telas abaixo:

    Iniciando a instalação

    **OBS: O Software vai pedir para escolher  a língua  apenas  opte  22 para o português  e depois uma  opção de carregar a  interface gráfica – somente digite “0”(Zero) **

    Copie a disco virtual que contem sistema “Janela” (Windows).

    Gparted, particionando o disco

    Mude para disco virtual que vai receber a transferência de dados .

    Gparted, trocando de disco

    Tem criar uma partição

    Gparted, disco sem alocação

    Em partição → Nova

    Gparted - criando uma nova alocação

    Click em Apply(Confira antes se é partição que vai receber os dados).

    Gparted - confirmando as alterações

    Pronto! com nova partição Click botão direito aplique  paste.Para executar ciclk em Apply(A operação não inicia automaticamente )

    Gparted - aplicando as alterações

    Depois que transferência foi completada temos que fazer o disco virtual novo dar boot.

    Click com botão direito  em gerar parâmetros.

    Gparted - gerir parâmetros

    click na caixa boot:

    Gparted - tornando a partição inicializavel

    Tutorial em inglês : http://www.my-guides.net/en/content/view/122/26/

    ***DICA!! Para não usar pen drive para transferir dados  do Windows para Linux  use  pasta compartilhadas no Virtual Box

    Virtual Box - configurando pastas compartilhadas

    Para editar smb.conf ,aperte Alt + F2 e caixa digite:

    sudo gedit /etc/samba/smb.conf

    Vai abri  a  janela do seu editor de texto.Na janela abaixo, esta destacado a pasta compartilhada que se chama ” Virtual”.

    Gedit - Adicionando pasta compartilhada no samba

    Eu desenhei e pintei no Gimp!Ainda estamos longe da igualdade ,porem vamos sempre em busca de um Brasil mais justo.

    santimsf@msn.com

    Furius ISO Mount – usando imagem “iso” no VirtualBox
     
  • Firesheep esta sendo usado para pegar senhas  do Twitter e Facebook  em redes  sem criptografia  no sistema WI -FI (sem fio)

    A solução é ter firewall e antivirus na sua  rede sem fio com  criptografia .

    Porem, em rede sem fio como Cyber Café  não tem segurança adequada , por isso,   instale o  complemento FORCETLS do Firefox  no seu NOTEBOOK.

    Dica para sua rede em casa sem fio.

    ** Mais uma opção para aumentar a segurança é Ativar o filtro no Firewall para determinar um   MAC  especifico entre na sua rede (opção que vem nas maiorias dos roteadores).

    Achar MAC no Linux Ubuntu: Aplicativos  →Acessórios → Terminal

    Usando Filtro do roteador praticamente elimina risco de invasão*****

    O complemento Force TLS no Firefox  força o site social   ativar HTTPS (HTTPS (HyperText Transfer Protocol secure) – http://pt.wikipedia.org/wiki/HTTPS que aumenta segurança.

    https://addons.mozilla.org/en-US/firefox/addon/12714/

    Instale o complemento e coloque sites sites sociais e reinicie o navegador Firefox

    Observe que agora o TWITTER esta em HTTPS.

    santimsf@msn.com

    freiremsf

  • Samba  é conjunto de softwares que torna o Linux compatível com protocolo “SMB” (Server Message Block),que é base do compartilhamento de arquivos e impressão de rede do Windows.Os possíveis clientes de um servidor “SMB” baseado em Linux incluem LAN Manager ,Windows .

    **Texto tirado do Livro Dominando o Linux (“A Bíblia “-sagrado livro dos  nerds  que  é viciado em Linux)- Arman Danesh **

    Para usar para configurar eu uso “GADMIN -SAMBA”

    Minha configuração que uso e bem simples ,pois é de casa.

    [global]

    workgroup = GRUPO (iIndica o grupo de trabalho ou domínio windows a que o servidor samba pertence)

    netbios name = MATRUX  (nome que do na computador na rede)

    server string = Computador Grafico

    name resolve order = lmhosts, host, wins, bcast

    printcap name = lpstat

    encrypt passwords = true

    wins support = yes

    preferred master = yes

    panic action = /usr/share/samba/panic-action %d

    invalid users = root

    preserve case = no

    ; default case = lower

    os level = 100

    [printers]

    comment = Todas as Impressoras

    path = /var/spool/samba

    guest ok = yes

    printable = yes

    ; browseable = yes

    use client driver = yes

    [Pasta Matrux]

    path = /home/santimsf/VIRTUAL

    guest ok = yes

    available = no

    browsable = yes (Parâmetro usado para indicar se outros usuários podem navegar no diretório)

    public = no

    writable = yes [Parâmetro tem que ser yes(sim) para que  o diretório  seja totalmente gravável]***Sem esse parâmetro o usario não tem permissão de gravar****

    Pode mudar os parâmetros com  gedit.

    Tecle Alt F2 e digite sudo gedit /etc/samba/smb.conf

    Tem um porem! a rede ainda não esta completa sem definir o  IP manualmente .

    ** Já visto  no outro post**

    O Linux tem que definir as portas e com isso instale Firestarter que é um Firewall.

    Não esqueça de configura politica de entrada

     

    Pois não vai conseguir sem definir todas as portas  e instalando o Firewall ja pode liberar acesso da sua Distro Linux

     

    ** Dica na Distro Ubuntu pode carregar seu Firewall ao iniciar a  sessão

    Sistema – Preferências – Aplicativos Preferenciais **

    ***OBS: Quando instalei novamente Linux Ubuntu somente consegui acessar  pastas no Windows desmarcando a caixa ” Block Broadcasts from external network”

    santimsf@msn.com

    freiremsf

     

     

     

  • Canal Youtube. Cartoon Block,Confira!!

    Achei esse canal no Youtube e quem é fãs dos Simpsons  vai poder desenhar ” Otto” e “Homer”

    http://www.youtube.com/user/cartoonblock?feature=autoshare#p/u/51/1UGTzu8oyjo

    Desenhar Otto dos Simpsons

    http://www.youtube.com/user/cartoonblock?feature=autoshare#p/u/56/eeJc6TeC2Qk !

    Desenhar Homer simpsons

    Canal Youtube. Cartoon Block,Confira!!
     
  • Nada como rede caseira para sentirmos verdadeiro poder do ato de compartilhar!

    A topologia das redes ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Topologia_de_rede )

    1 – Cabo coaxial http://pt.wikipedia.org/wiki/Cabo_coaxiall ,

    Graça a deus não é mais usado para fins domésticos e nem comercial .

    Os computadores eram ligados em serie onde se retira -se uma maquina  e o técnico tinha que colocar uma resistência em forma de conector   para rede não ficar aberta.


    para fechar a rede

    Já  fora de uso pois o cabo par trançado e WI- FI  dominaram o mercado.Porem pode notar que o cabo da sua TV é assim!

    2-  Cabo de par trançado= http://pt.wikipedia.org/wiki/Cabo_de_par_tran%C3%A7ado


    No par trançado  a historia de qualquer cor  fugindo padrão acima pode ocorrer problemas na rede.Muitos acham que apenas colocar a mesma cora em ambas pontas esta resolvido o problema.

    O padrão escolhido “T568B” é ideal onde não ocorre colisão de dados mesmo HUB de hoje sendo modernos que se adapta a rede.

    É  par trançado para  anular os campos magnéticos e reduzir a interferência elétrica externa.Sendo assim, foram testado tipos de configurações de cores e esse padrão “T568B” foi que tem maior desempenho.

    Observei  que fora do padrão teve problemas com skype , do sistema perder conexão com outro computador e a rede ficar lenta.

    Podemos ligar 2 computadores  sem HUB!Sim!com famoso Cross Over !


    Onde a mudança no final das pontas temos o Cross Over e com isso tendo placas de redes de conectores RJ45 ligamos dois computadores diretos (Sem HUB) com configurações de rede feitas de  forma apropriada tendo o  Grupo de trabalho e endereço IP (Internet Protocol http://pt.wikipedia.org/wiki/Endere%C3%A7o_IP )  já definidos e prontos para usar.

    O Cross over também é usado para ligar HUBs em cascata.Isso mesmo, ter dois Hubs ligados tendo 2 redes diferentes .Exemplo:

    Em uma empresa com 2 grupos de trabalho 1 andar setor financeiro e 2 andar vendas onde podem compartilhar dados mesmo sendo de grupos e rede diferente.

    Por isso é muito importante seguir padrão de cores :

    Cabo Cross Over muda  1,2,3 e6 de posição

    Somente mudar a outra ponta nessa sequência:

    1 Branco/Verde

    2 Verde

    3 Branco / Laranja

    4 Azul

    5 Branco / Azul

    6 Laranja

    7 Branco / Marrom

    8 Marrom


    HUB é  um equipamento   repassa os pacotes ,isto é, ele verifica  qual computador que esta enviando e repassa  ao destinatário e assim organizando envio de pacotes pela rede.

    O Roteador ele é equipamento que manda pacotes para fora da sua rede interna onde gateway que nada mais é ,o portão de saída de dados.

    Um tipo de Roteador é  Dlink 524 muito usado  em rede pequenas.Este hardware é que liga sua rede da sua casa para mundo na famosa Internet a tal da  World Wide Web o “WWW” do seu navegador http://pt.wikipedia.org/wiki/World_Wide_Web .

    A Internet é uma rede Mundial.

    Porem o IP é  identificação do  destinatário e do remetente .Uma assinatura onde todos países  tem seu IP

    Para todos não ter que decorar números criou o servidor de DNS (Domain Name System – Sistema de Nomes de Domínios) http://pt.wikipedia.org/wiki/Domain_Name_System

    www(Já sabemos que World Wide  WEB).procedural(nome da pagina) .com( Sigla Comercial).br(Sigla para Brasil)

    Temos Domínios org( organizações não governamentais) ;.edu; .gov entre outras

    Voltando ao rotedor DLINK

    Sistema sem fio – Wi-Fi ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Wi-Fi )

    O roteador pode dar um IP  pois tem sistema” DHCP”, Dynamic Host Configuration Protocol ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Dynamic_Host_Configuration_Protocol ) ou podemos identificar nosso computador manualmente .

    Meu sistema operacional é Linux distro Ubuntu

    Em Sistema – Preferências -Conexões de rede

    Em DNS1 coloque 200.211.192.167 e DNS2:200.211.192.168 ,é padrão tanto para Linux como outro sistema operacional

    O Roteador Dlink 524 vem de fabrica com IP 192.168.0.1 – digite esse numero  barra de endereço

    Abre uma janela com  login e senha!Apenas digite admin no login e senha deixe em branco.

    Para deixar configuração de fabrica use um palito no botão reset.Deslige o roteador ,ligue novamente e no Linux Ubuntu de um clik no botão conexão de  rede no painel e depois de outro click em Auto eth0 para receber novo IP do roteador que servidor DHCP.

    Por default Ip é 192.168.0.1 ,porem quer mudar configuração do roteador manualmente como na  imagem abaixo :

    Antes de mais nada somente senha para manter a segurança da sua rede sem fio não basta:

    Precisamos achar o endereço MAC (do inglês Media Access Control) da placa.É como chapa de um cara com isso filtro do roteador somente placas com MACs listados pode entrar na rede

    No linux Ubuntu podemos obter MAC em conexão de rede editando Auto eth0 e assim configuramos o filtro do roteador.


    Isso é muito importante ,pois com apenas senha a  sua rede pode ser  invadida.

    Para seu linux compartilhar com Windows temos que configurar o SAMBA e o  Firewall,porem deixo para próximo tópico

    **Dica podemos fazer backup das configurações do rotedor**

  • Quem disse que não existem pesquisadores no blender?

    Bom estou aqui para mostrar uma pesquisa de 4 meses , meu christian , diego
    rangel e vitor balbio , no qual conseguimos fazer rigg na BGE de objetos
    softbody usando um script especial para poder melhorar o acesso , espero que
    gostem do resultado

    http://www.youtube.com/watch?v=XLlxxYBwplQ&feature=player_embedded

    vejam o site do projeto para mais detalhes

  • “COLABORAÇÃO E INTERATIVIDADE SEM LIMITES”.


    A Blender Pro é uma Conferência que acontece anualmente em âmbito nacional. Esta Conferência reúne pesquisadores, professores, artistas, estudantes e profissionais das áreas de animação, jogos, arquitetura, design gráfico, computação gráfica, e afins; que utilizem o software Blender 3D como ferramenta principal. Os melhores trabalhos com Blender no Brasil estão sempre presentes na Conferência, através da exposição de Artigos técnicos, Posters, Palestras, Festival de Vídeo e Arte, além do fórum de debates.

    LOCALIZAÇÃO DO EVENTO

    Este ano a Conferência será realizada na cidade de Fortaleza – CE, no campus da UNIFOR – Av. Washington Soares, 1321, Edson Queiroz, Fortaleza – CE.

    DATAS

    10, 11 e 12 de outubro. Das 8h às 20h.

    Em sua 4ª edição o principal evento comunitário dos usuários de Blender no Brasil não poderia deixar de ser inovador e marcante. Por isso, este ano, além das palestras, festival de vídeo e arte, e apresentação de artigos e pôsters técnicos, traremos duas novidades incríveis que são o campeonato de jogos 3D e 10 oficinas dos mais variados temas, com 4 a 8 horas de duração, além de atividades com o objetivo de socialização e de promoção da interatividade entre os participantes da IV Blender Pro.

    Na sequência, acontece no SBGames, um dos mais importantes eventos de Entretenimento Digital, Computação Gráfica e Processamento de Imagem da América Latina. E a comunidade Blender Brasil marcará sua presença no SBGames realizando um workshop onde serão apresentados os melhores trabalhos desenvolvidos em Blender, apresentados no Brasil durante a Blender Pro .
  • camila magri <camila @rroba crialivre.com.br> wrote:
    O Cria Livre está disponibilizando  para download algumas aulas dos cursos de
    GIMP Básico e Direção de Arte com ênfase em Software Livre.  Todo o material
    cedido faz parte dos cursos regulares e à distância ministrados pela mesma.
    Para baixar acesse: www.crialivre.com.br

    São arquivos no formato PDF e podem ser baixados para o seu computador, façam bom proveito e obrigo ao pessoal do cria livre

  • Um tutorial  para modelagem de  edifícios  e  com dicas importantes é de  Andrew P Price.Segue o link abaixo:

    http://www.blenderguru.com/high-rise-building/

    Esse tutorial me ajudou muito ,pois tive que aplicar snap, mudar pivot  e etc…

    Excelente desafio ,parece simples !porem na  sequência do vídeo vamos notando a dificuldade.

    Usei um personagem de “Matt Groening” o “Bender” do seriado Futurama para modelar e fazer a textura((Totalmente Procedural) no  Blender pois com nome parecido não aquentei!

    Somente para exibição da textura e modelagem do bender,desculpa Blender …bom quem sabe “Matt Groening” ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Matt_Groening ) faça ele ser o patrono do Blender 3D.

    Para pessoal  do Procedural,calma, é apenas uma homenagem do trabalho do criador dos  Simpsons e Futurama.Como Wine para o sistema janela(Windows).Viu! notou a linha ténue.

    Eu adoro esse robô malandro ,cara de pau .

    ***Bom Saiu a versão estável do wine 1.2,contudo ainda ninguem me explicou porque não  é emulador (programadores vão falar:

    Como você  é  muito burro, não vale a pena explicar!

    Eu respondo :Sei ,ta bom. Ninguém passa informação,como vou saber o certo.)  ” dito no site http://wiki.winehq.org/Portugu%C3%AAs

    O Wine serve para você conseguir executar programas de Windows dentro do Linux. Para quem não conhece pode parecer “loucura”, mas, apesar de ser uma gambiarra, a coisa funciona! E funciona rápido, é bem estável e surpreende, além dos programas em execução serem praticamente idênticos à versão rodando dentro do Windows. Alguns jogos também surpreendem na execução e na boa performance.***

  • Olhando o Blog http://blogdodesenhador.blogspot.com/ encontrei o software sculptris que é gratuito ,apenas com um porem, roda apenas no sistema operacional Janela(Windows ).Quem usa Linux ,não tem solução tem que usar Wine ( http://www.winehq.org/).

    O Artista Raul Tabajara.(Tem que ser justo!O Tabajara que encontrou e informou sobre software,estou apenas divulgando e espalhando ) http://raultabajara.blogspot.com/ deu a dica do software que pode ser baixado no link http://www.sculptris.com/

    que esta no Blog do Desenhador!com um vídeo.

    Eu  já tive aula com Tabajara,por isso, que tenho por obrigação de resaltar seu nome, apenas isso!

  • Enviado por André Luan Chiquetto Nascimento:

    Escrevi um artigo em meu blog falando sobre as complicações que as pessoas
    podem ter na hora de publicar um jogo feito com o Blender.

    O texto trata das questões legais que envolvem a GPL, propriedade intelectual e
    alternativas para publicar seu jogo sem ter que liberar o código fonte junto.

    O tema é bem pertinente e vem sendo discutido por outros blenderianos, o que mostra que estamos passando de usuários caseiros a profissionais!

    Veja o artigo completo aqui

  • Ainda em programação quer aprender C++ ? . Achei um tutorial muito bacana e bem facil de entender, valeu galera do site gamedevbrasil.

    http://www.gamedev.com.br/forum/viewtopic.php?t=1283

    http://www.gamedev.com.br/forum/viewtopic.php?t=1456

    Até a proxima.

  • Com o Livro de Fernando Reinicke Modelando Personagens com o Blender 3D , você pode aumentar seus estudos no site http://montagestudio.org/dvds/ (nossa eu acho tão parecido o livro com montage studio por que será ? – Se sabe bater ter que aprender apanhar)Nesse site você pode associar o livro com vídeo aula com um porem,completar o corpo feminino.A vantagem do livro é que esta em português .

    Como eu digo na internet nada se cria tudo se copia!

    Como muitos eu passei por varias escolas e  descobrir que professor olha o aluno como próximo concorrente.Poucos mestres como Igayara, que tinha ideia de unir todos artistas brasileiros que por sua vez viu frustrado onde a inveja ,a competição e mesquinharia  era maior em todos.

    Ultima vez eu liguei que queria  voltar ter  aulas de desenho mesmo eu morando em Santos -Sp, fazia viagem praticamente de 2 horas 1 hora de ónibus e outra de metrô (percorria do jabaguara ate  Estação Tucuruvi) para ter aula com ele, porem logo ele faleceu,nunca me perdoei de  não ter voltado.. ele me ensinava como lutou para seguir carreira na arte e ele me motiva sempre!Nunca esqueci esse mestre,espero que alguns de vocês tenha oportunidade de encontrar um como ele e vão descobrir um verdadeiro mestre e notar imensa diferença dos outros.

    Lembro que sempre ficava conversando comigo sobre varias coisas e uma era falta de visão dos artistas.

    Eu sou ninguém,porem com uma coragem inabalável e amor a arte  que nunca me deixei corromper e  virar mercenário.

    eu escrevo para qualquer um leia com coração ,porem não vou agradar a todos.

    Maioria é técnico,não sabe nada de arte,que ensina(pouco que sabe) limita para não criar cobra.

    Meu ponto de vista,se você e suficientemente capaz não terá medo passar todas informações pois se tem criatividade e  talento nunca vai temer seu aluno e sim ter orgulho dele avançar.

    Sempre ver um aluno superar um mestre é o ideal de um professor,pois dar aulas requer talento,pois ensinar também é uma arte.

    Pode ter aula com melhor artista do mundo se ele não for capaz de ensinar com êxito mostra que é  incapaz de continuar na profissão de professor.

    Maioria dos semi- professores prefere culpar os alunos quando depois de varias classes passar por este homem fraco de espírito não ter praticamente nenhum aluno com êxito na profissão e poucos que consegue é apenas pelo mérito único exclusivo do aluno.

    Estes  semi -professores quer pegar seu  dinheiro para pagar as contas e nunca vão ensinar que esta no contrato porque maioria não sabe e  tem medo que seu aluno se torne melhor do artista fracassado que  virou professor.

    Homens fracos que olha a  juventude como estigma e não como esperança!

    Espero que mestres de verdade que tive na minha juventude como “Igayara”(http://pt.wikipedia.org/wiki/Waldyr_Igayara_de_Souza ) surge e de motivação certa para essa juventude.

    Como provo isso?

    Um país com dimensão continental ter  poucos talentos formados é um absurdo.

    Nunca sejam Hipócritas de  falar que são auto ditadas,respeite  o mestre que ensinou!E lembre sempre de seus ensinamentos.

    Tenho dito minhas palavras que são a pura verdade!Que assim seja!

  • The MeshMan é um super-herói engajado na luta pela educação, sempre preparado para novos desafios e pronto para combater a Preguiça, a Desistência, o Ócio e outros vilões do dia-a-dia, que podem se tornar nossos piores inimigos. Seu objetivo é a defesa de um aprendizado consistente em CG que sirva como uma base sólida para a educação e profissionalização, sempre lutando em
    prol dos interesses da comunidade de usuários do Blender no Brasil.

    Este herói é o que mais precisamos para a comunidade brasileira de blender, ou será que você não se viu no texto acima?

    MashMan é um personagem livre desenvolvido por Fernando Reinicke e pode ser baixado aqui em duas versões, uma para o 2.49 e outra para o 2.50, baixe o modelo e nos conte sobre as suas produções no fórum.

    Os Super Poderes da Criatividade

    Não é necessário que um personagem possua super poderes para ser considerado um super-herói, mas se você realmente se considera uma pessoa criativa nosso herói já virá provido de
    alguns desses super poderes.

    Seu Traje UV/Unwrap com costuras Seams ultra-resistentes, foi desenvolvido em laboratórios secretos com a mais alta tecnologia. Até hoje permanece em segredo, o tipo de material do qual é feito esse traje. Que tal você tentar desvendar este mistério?! Seus Óculos 3D exclusivos para navegação espacial possuem Widgets de movimento, rotação e escala que lhe permitem uma visão de raios X, Y e Z alternando entre os modos Bound, Wire, Solid e Textured. Que visão espetacular!!

    Suas Luvas hiper especiais com controladores de tensão poligonal, lhe proporcionam uma força incrível que o tornam capaz de erguer facilmente toneladas de geometrias primitivas. Incrível mesmo!!
    Suas Botas com mega propulsão Hi-poly, permitem que ele se desloque a uma velocidade indescritível e salte sobre os prédios mais altos ou até, sobre cidades inteiras construídas com o Discombobulator. Uau!!
    Abra sua mente e mergulhe neste universo de novas possibilidades! A qualquer momento ele,… The MesMan poderá surgir para salvar aquele estudo de Rigging que você já considerava perdido ou para lhe ajudar a retomar aquele estudo de mapeamento UV que ficou pela metade. Além disso, o personagem poderá transferir esses super poderes para você, estimulando-o a desenvolver com ele tutoriais escritos e vídeotutoriais que poderão quem sabe, “salvar vidas”.
    O pessoal que está iniciando agora seus estudos com o Blender, agradece!

  • E ae pessoal tudo beleza.

    Estava fazendo umas pesquisas sobre python, achei esse site maluco,

    http://www.pygame.org/wiki/about

    Mas o que será isso Pygame ?

    É um conjunto de Python módulos projetados para a escrita de jogos  e programas multimídia em linguagem Python,  portátil  funciona em quase todas as plataformas e sistemas operacionais.

    Ele é gratuito lançado sob a licença LGPL, você pode criar código-fonte aberto, Shareware e comerciais jogos com ele.

    Bom é isso muito interessante, mais tem que manja de Python rsrsrs.

    Até a próxima

  • Ao que tudo indica os trabalhos estão se intensificando no time do projeto durian!

    Foi postado mais um “Trabalho em progresso” para a animação e já está com uma qualidade muito boa, apesar de ser um trecho pequeno já para se criar expectativas para o trabalho final, que não poderia ser nada menos que algo excelente se contarmos que na equipe temos nomes como o próprio Ton Roosendaal, Colin Levy criador de vários curta-metragens, que talvez você não conheça mas é bem provável que conheça este filme, Soenke Maeter autor da imagem abaixo:

    E de outros bons integrantes, de uma olhada no vídeo.

  • Olá

    Hoje vamos falar a respeito de programação.

    O Blender foi desenvolvido inicialmente em C, hoje em C++ e scripts embutidos em Python.

    Segue dois links muito interessantes para vocês pesquisarem.

    http://www.oficinadanet.com.br/artigo/criacao_3d/blender_o_que_e

    http://blender3dcarioca.wordpress.com/2008/03/30/programando-no-blender-python-1/

    Até a proxima.

  • Problemas e Soluções para Licenciar seus Jogos

    Dalai disse em seu site o seguinte:

    Recentemente tenho percebido muita gente preocupada com a questão da licença da Blender Game Engine. Acho isso um ótimo sinal, pois indica que o mercado de uso profissional da mesma só faz crescer. Pois bem, atendendo a pedidos segue este artigo.

    Como o comentário que fiz  no artigo, não sou um usuário da Game Engine e não conhecia todos os problemas relacionados ao seu uso comercial, mas se você tem a intenção de usa-la para criar seus jogos ou para qualquer outra função, é altamente recomendável que você leia todo o resto do artigo.

    E caso queira discutir sobre o assunto, use o fórum.

    Problemas e Soluções para Licenciar seus Jogos
     
  • Vejam como está ficando o filme!

    Depois dessa, ninguém mais vai poder dizer que Blender não está a altura dos softwares proprietários!

    O filme estará pronto em aproximadamente 2 meses, e você pode conhecer melhor o projeto acessando: http://durian.blender.org  (site em inglês).

  • Olá pessoal,

    Ainda no mundo do game Desginer segue um mini curso  para vocês estudarem totalmente gratuito,  uma bela iniciativa.

    segue o link ja tem a primeira aula.

    http://www.gamedesign.com.br/apresentacao-mini-curso-de-game-design-introducao/

  • WINE (http://www.winehq.org/ ) – Wine (acrónimo recursivo para WINE Is Not an Emulator) não é emulador ,parece como um ,faz igual ao emulador( http://pt.wikipedia.org/wiki/Emulador )de Atari, Megadrive, Playstation e etc ….Mas se quer usar um aplicativo que apenas funciona no Windows use o wine(que não é emulador) como todos que baixa jogos para Atari e outros  consoles, vem um texto com a seguinte restrição:

    Baixe este jogo se você tiver esse cartucho do jogo.

    Uma certa vez eu escutei um dono de restaurante me dizer que Mussarela não é queijo(Serio, eu ouvi isso !).Então indaguei a seguinte questão!

    Que coisa é Mussarela ? pois todos falam que é um tipo de queijo ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Queijo ) ,porem tem gente que diz que não é.

    Bom, se necessita de uma coisa que funciona Softwares que roda apenas no Windows use Wine, porem chame do que quiser,pois para mim o programa Wine tem cara de Queijo ou emulador ,sei la , uma coisa que quase emula o Windows,mas que roda jogo!Mas parece tanto com  um emulador , olhe nesse link : http://www.winehq.org/about/ e diga ate que parece um!Bom desculpe meu engano com queijo ,desculpa,com emulador ,não! com… sei la, o negocio que roda softwares do Windows se posso dizer isso.

    ***Curiosidade

    Mussarela ou Muçarela: Qual é a forma correta?

    http://www.mundodastribos.com/mussarela-ou-mucarela-qual-e-a-forma-correta.html ***

    Pensar é mais difícil  de que copiar e colar texto!

    Mas a Mussarela ou  Muçarela é excelente  no pão  e na pizza isso não tem discussão.

    Nostalgia ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Nostalgia ),pois ficar explicando tudo, o artigo fica gigantesco.

    Wine não emula também o processador ,pois não é necessário como antigo MSX (http://pt.wikipedia.org/wiki/MSX ) que tem um emulador para o antigo  processador Z 80.Como a linha PC (http://pt.wikipedia.org/wiki/Computador_pessoal ) todos processadores segue mesma linha de barramento   e de certa forma algumas  “COISAS” ficam   obsoletas com tempo ,  como  exemplo a porta” Paralela” e a” COM” com a vinda da porta porta USB (Universal Serial Bus).Porem, como o Linux e o  Windows usam mesmo tipo de hardware ,por que emular um processador  que já opera ambos sistemas.

    O que Wine faz é o necessário apenas para  rodar programas que  funciona no Windows,certos detalhes de criar  emulador como do antigo MSX , EPROMS ( http://pt.wikipedia.org/wiki/EPROM )  , processadores e etc… não faz a necessidade do Wine.

    USB link:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Universal_Serial_Bus

    É  emulador sim e na cara de pau os programadores falam que não ,por alguns detalhes técnicos ,para Microsoft não ter como cancelar o uso do Wine que é um  valioso aliado  para nosso amado Linux rodar softwares que é exclusivo da Microsoft,pois a grande corporação detém larga colaboração de  empresas como Adobe.Praticamente para rodar aplicativos do Windows os programadores do WINE (tenho  quase certeza) tiverem uma parte do código fonte do Windows ou mesmo obtiveram informações  como sistema opera com Softwares exclusivo do sistema Windows.Existe um linha ténue entre a legalidade e o ilegal.

    O Wine fica entre o software executável ,como famoso Flash da Adobe e Linux,pois esse converte a informação para Linux trasmitir para seu PC.

    Por isso que é dito como camada.Um sanduíche de queijo onde parte de cima do pão é Flash da Adobe e o queijo o Wine sendo que a ultima fatia de baixo é o Linux que manda para boca do PC. O Linux com sua interface gráfica gera códigos binários (linguagem de maquina) para o PC onde assim conseguimos  operar a maquina para executar funções com uso de  programas,isto é, o sistema operacional  nada mais é que um intérprete(faz tradução simultânea  entre Humanos e maquina).

    Mas quem gosta do termo que Wine simula , é uma camada etc… tudo bem! Wine é uma  camada compatível da Microsoft  e não emulador. Emulador simula operações de hardware que dito pelos gurus da informática, e o wine simula.

    Aos  Gurus  da informática tem que ter sabedoria e paciência com usurários novos e intermediário como o  Marcelo Santi Freire(O mesmo que escreve esse artigo),pois para mim é uma grande novidade passar informações e esta sendo um aprendizado a cada artigo,tenham calma e conselhos sempre é bem vindo.

    Porem simulador ou emulador, que seja!O Wine (http://pt.wikinews.org/wiki/Primeira_vers%C3%A3o_beta_do_emulador_Windows_%22Wine%22_%C3%A9_disponibilizada) vai rodar meus jogos que para minha pessoa ,já é suficiente!

    Bem ,sobre Mussarela ,minha fonte confiável(minha mãe ) disse que é um tipo de queijo.

  • E ae galera a um tempo postei sobre ser um game design, hoje vou estar dando continuidade no assunto.

    Como anda a industria de jogos no Brasil?  Bom essa é uma boa pergunta, pelo visto anda rendendo bastante ou pelo menos esta tentando.

    Hoje vejo varias pessoas querendo seguir nessa area, bom  realmente seria uma ótima forma de ganhar, além do mais quem não gostaria de trabalhar jogando… bom não é tão facil assim .

    A industria de games no Brasil teve um crescente consumo,  segundo uma pesquisa da ABRAGAMES somo um dos paises que mais consomem esse tipo de mercado mais não para por ai não, agora também passamos para a criação.

    Aqui no Brasil temos o apoio da ABRAGAMES (Associação Brasileira de Desenvolvedores de jogos eletrônicos), é uma entidade sem fins lucrativos, e que tenta fortalecer a industria nacional de desenvolvimentos de jogos.

    Bom, segue uma lista de empresas brasileiras também o site da ABRAGAMES e alguns sites bacanas para vocês olharem.

    Continuum –  www.continuum.com.br

    Devworks Game Technology  – www.devworks.com.br

    Dynamic Games – www.dynamicgames.com.br

    Banana Games – www.bananagames.com.br

    Bermuda Soft – www.bermudasoft.com.br

    Espaço Informática –         www.hades2.com/espaco

    Green Land Studios  – www.greenlandstudios.com

    Hoplon Infotainment  – www.hoplon.com.br

    Jynx Playware – www.jynx.com.br

    Level UP – www.levelup.com.br

    Ludens Artis –   www.ludensartis.com.br

    Meantime Mobile Creations  – www.meantime.com.br

    Oniria Entertainment – www.oniriagames.com.br

    Palmsoft Tecnologia – www.palmsoft.com.br

    Paralelo Computação –  www.paralelo.com.br

    Perceptum –  www.perceptum.com

    Sioux Soluções Digitais – www.sioux.com.br

    Sollipsis Interactive – www.sollipsis.com

    Tilt – www.tilt.net

    Sites sobre games

    Game cultura – www.gamecultura.com.br/

    Abragames  – www.abragames.org

    Sharpgames – www.sharpgames.net/

    Portais

    Portal dos games –  http://portaldosgames.click21.com.br/

    Games Brasil – http://gamesbrasil.uol.com.br

    Até a Próxima.

  • Como treinar o seu dragão!

    O Filme

    Fui assistir o filme da DreamWorks, como treinar o seu dragão, sou aficionado por animações e sempre que via os trailers,  ficava cada vez mais ansioso pela estreia.

    Como o estúdio responsável era nada menos do que os criadores de Kung Fu Panda, Sherek, Madagascar entre outros sucessos, a expectativa estava lá em cima.

    A Animação

    Como não poderia deixar de acontecer, a animação é ótima! Sincronia labial perfeita, boas expressões de face, movimentos convincentes e bem executados.

    Texturização

    Também muito bem feita e com detalhes bem pensados nas roupas, cabelos e apetrechos e cenários muito bonitos apesar do estilo cartoon.

    Roteiro

    Aqui que ficou a desejar na minha opinião!

    Não existe um desenvolvimento claro da historia e a “quebradeira” é muito pequena, o que deixou com aquele gosto de quero mais usando aqueles clichês tão conhecidos na telona.

    Um filme com aquela produção merecia um roteiro mais elaborado e detalhado, e é uma pena como isto faltou, talvez os sucessos anteriores tenha ofuscado este, o que acham?

    Como treinar o seu dragão!
     
  • Salve galera essa semana estava navegando aliás caçando alguns materiais  para estudar o blender 3d e achei este material, é um projeto de graduação feito por um aluno, bem elaborado e de fácil aprendizado. Segue essa dica ai para vocês baixarem esta divido  em 3 partes

    até a proxima

    Primeira parte

    http://www.4shared.com/document/zQM6sc6H/blender_livro_parte_1.html?s=1

    Segunda parte

    http://www.4shared.com/document/EPaYT4Ni/blender_livro_parte_2.html?s=1

    Terceira parte

    http://www.4shared.com/document/IWrcY87j/blender_livro_parte_3.html?s=1

  • Quem não fica fascinado com os avanços desta tecnologia e o que se pode fazer com ela.

    Leia o link a seguir sobre a história da computação grafica.

    http://www.computacaograficabrasil.com/artigos/14-artigos-diversos/16-origem-da-computa-grca.html

    Tem uma  galera bem bacana e criativa nessa area, segue alguns links para vocês  conferirem.

    São realmente incriveis

    – Rodolfo Roth http://cargocollective.com/rodolforoth

    – Portfólio com vários artistas.http://portfolio.cgsociety.org/

    http://abduzeedo.com.br/40-pe%C3%A7-de-arte-3d-incr%C3%ADveis

    Até a próxima

  • Bit (simplificação para dígito binário, “BInary digiT” em inglês) é a menor unidade de informação que pode ser armazenada ou transmitida. Usada na Computação e na Teoria da Informação. Um bit pode assumir somente 2 valores, por exemplo: 0 ou 1, verdadeiro ou falso.(leia mais http://pt.wikipedia.org/wiki/Byte )

    Sabemos Bit pode ser “0” ou “1”

    8bits = 1 Byte(bom quase todo mundo sabe disso).

    mas origem do nome Byte da onde vem?

    Origina -se da antiga revista Byte que foi muito importante no final de 1970 que estava direcionada sobre microcomputadores e por isso vem a origem da palavra que tanto conhecemos “BYTE (link em língua  inglesa http://en.wikipedia.org/wiki/Byte_%28magazine%29 )  ”**

    Porque o uso da Base 2 [2 elevado a n (onde n é variável de Bits na memoria)] = 2n

    A resposta esta no uso dos Bits “0” e “1” temos dois números por isso uso da Potências de 2: 2²

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Exponencia%C3%A7%C3%A3o#Pot.C3.AAncias_de_2

    Vou usar software “Gimp” (http://www.gimp.org/ )e “Calculadora” do sistema “Linux” no modo programável

    Note que 2n onde 2 é base e o expoente é “n” que é a variável Bits na memoria .

    Branco = 111111111111111111111111 (Binário) [11111111 – 8 Bits(Binário) = 255(decimal) = FF(Hexadecimal); 11111111- 8Bits(Binário) = 255(decimal) = FF(Hexadecimal) ; 11111111- 8 Bits(Binario) = 255(decimal) = FF(Hexadecimal)] = FFFFFF (Hexadecimal)

    Exemplo: FFFFF0 (Hexadecimal) = 16777200 (decimal) = 111111111111111111110000 (Binário) obtém a cor “Ivory”]

    Sistema RGB funciona com 3 canais de Cores de 8bits (28= 256,lembre -se da base que  é 2 e a  variável “n” nesse caso é 8 bits  ) que são: Vermelho (Red em inglês ), Verde (Green em inglês ) e Azul (Blue em inglês )e cada canal tem uma escala que varia de 0 a 255.

    Temos “True Color ” = 24 Bits Por Pixel(24bpp) =[(256 X 256 x 256 ) em decimal] = 16,7 milhões de cores(em Decimal)

    Como existe 3 canais de cores Vermelho,Verde e azul e como cada Canal de cor tem 8 bits,faço o calculo de 3 (3 canais) x 8 Bits(Binário=11111111=8 bits) = 24 Bits,pois são as 3 cores unidas para cada 1 pixel;

    Então 24 Bits (Vermelho,Verde e Azul que são 3 canais de cores com 8bits cada) por Pixel( mais informação no link em inglês(  http://en.wikipedia.org/wiki/8-bit_color )

    O numero   zero (“0”) representa a cor preta(não aceite na soma do numero zero como valor  nulo na escala RGB  e sim como uma  cor ,pois  representa  a cor preta pura ) tem que ser contado na escala RGB ,pois esta varia de 0 a 255 ,então somando a cor preta pura que é  1Bit (“0”) temos 256 cores.

    Quando colocamos valor 1 na escala RGB já não temos a cor preta pura.

    Tem que contar a cor preta para dar 256 tons de cor,0 a 255 = 256 Possibilidades

    Preto é ausência de cores (0,0,0)

    (Red,Gree,Blue ) = (Vermelho,Verde,Azul)=(255,255,255) onde a soma de todas cores resulta na cor branca.

    Teste no Gimp (Agora a versão 2.7 com janela única pode ser instalada na distro Ubuntu ,siga as dicas nesse link http://oliviofarias.com/?p=130 ) e use a calculadora no modo Programável.

    Antes vou comentar que Vermelho ,Verde e Azul  são 3 canais de cores que pode ser visto na aba de navegação do GIMP.

    R = Vermelho = RED em Inglês  : (255,0,0) = (R,0,0)

    G = Verde = GREEN em Inglês :  (0, 255,0) = (0,G,0)

    B = Azul = BLUE em Inglês : (0,0, 255) =  (0,0,B)

    As cores do fundo e letras do seu blog ou home page   é em Hexadecimal.Onde #FFFFFF é a cor Branca

    HTML ( http://pt.wikipedia.org/wiki/HTML ) é  a linguagem para produzir páginas na Web que  usa  cores em Hexadecimal .

    Veja tabela no link http://pt.wikipedia.org/wiki/Tabela_de_cores

    Pixel (http://pt.wikipedia.org/wiki/Pixel) é o menor elemento num dispositivo de exibição composto pelo 3 pontos de cores : vermelho ,verde, e azul

    Em True Color ,1 pixel pode variar em 3 pontos num monitor e cada ponto pode exibir 256 tonalidades diferentes (o equivalente a 8 bits).

    Porem podemos usar software Inkscape( Mais sobre esse software gratuito no link http://br.gnome.org/InkscapeBrasil/ ) que usa  vetores matemáticos .( http://pt.wikipedia.org/wiki/Desenho_vetorial )

    Com desenho vetorial  não existe perda de resolução,pois é calculo matemático  com uso de vetores,isso quer dizer que seu desenho pode ser ampliado já que as funções matemáticas adequam-se facilmente à escala.

    O desenho vetorial  é  empregado pelas gráficas para criação de logótipos e que usa outro padrão de cores o  ” CMYK”

    CMYK  é a abreviatura do sistema de cores formado por Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) e Preto (black). A letra K no final significa Key pois o preto que é obtido com as três primeiras cores, CMY, não reproduz fielmente tons mais escuros, sendo necessário a aplicação de preto “puro”.(mais informação em http://pt.wikipedia.org/wiki/CMYK )

    O CMYK funciona devido à absorção de luz, pelo que as cores que são vistas vêm da parte da luz que não é absorvida. Este sistema é empregado por imprensas, impressoras e fotocopiadoras para reproduzir a maioria das cores do espectro visível, e é conhecido como quadricromia(http://pt.wikipedia.org/wiki/Quadricromia). É o sistema subtrativo de cores, em contraposição ao sistema aditivo, o RGB ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Portal:Cores )

    CMYK

    * Desenho vetorial, que se baseia em vetores matemáticos;

    * Raster, que não é mais que a descrição da cor de cada pixel;

    CMYK é  o sistema subtrativo de cores, em contraposição ao sistema aditivo, o RGB.

    Resolução baixa  acaba -se notando os pixels


    ** !!!!Batendo na mesma tecla!!! – Sobre impressoras coloridas

    Mesmo que unir as cores Ciano (Cyan), Magenta (Magenta), Amarelo (Yellow) de seu cartucho de tinta da  sua impressora colorida, não obtém a cor  PRETA pura que na verdade resulta num tom preto meio acinzentado , por isso a necessidade do cartucho preto que vem sempre separado para ter melhor definição nas cores escuras.***

  • A menina e o gigante é um curta com uma qualidade técnica que pode ser comparada a grandes filmes sem o menor medo de errar, ainda mais se for levado me conta que não contava com a verba destinado a grandes lançamentos de Holywood, e nesta historia o mais emocionante é que foi feito por um brasileiro que resolveu aprender a usar o blender, usando a filha como atriz principal!

    Para termos trabalhos como este temos apenas que ter pessoas com um bom planejamento e logo teremos muitos curta-metragens deste porte ou melhor, afinal a comunidade blender tem no Brasil, artistas com qualidade incrível, vamos lá você pode!

  • O mercado de games  no Brasil esta cada vez mais em alta, e com isso vem mexendo com o sonho de muita gente em ser um Game Design.

    Mas o que é?,  o que faz?, o que você precisa fazer para ser um Game Design?

    Se você tem pretensão em seguir nesta area confira esta matéria  a respeito da profissão.

    Segue o link

    http://unidev.com.br/phpbb3/viewtopic.php?f=86&t=49131

    Até a próxima.

  • Troféu Suzanne 2009

    Estamos dando início a mais uma pesquisa de opinião publica sobre os melhores ou mais lembrados do ano de 2009.

    É muito importante a sua participação para que saibamos quem foram os que mais contribuíram para o Blender em 2009 e qual o retrato dos usuários do blender, então pedimos que você separe alguns minutos e responda ao formulário a seguir.

    A pesquisa é em sua maioria digitável para que cada um possa dar sua livre opinião.

    Os dados pessoais não serão divulgados, serão usados somente para compor as estatísticas.

    Responda o formulário em http://goo.gl/eEn7

    Troféu Suzanne 2009
     
  • Vou comentar sobre diferença entre emulador e maquina Virtual

    O emulador(mais informação:  http://pt.wikipedia.org/wiki/Emulador ) que uso no linux é Wine( http://www.winehq.org/ ) que emula programas que roda apenas no Windows ou jogo como Prince of Persia -The Two Trhones(Que pode ser comprado pela Revista “FULL Games “ http://www.fullgames.com.br/ ).

    Prince of Persia Pwo thrones

    Com Wine ( http://www.winehq.org/ )pode rodar Notepad++ ( http://notepad-plus.sourceforge.net/br/site.htm ) acho excelente esse software executável apenas tem versão para o windows ,contudo pode ser emulado pelo Linux (notepad++.exe) para programar em PHP,Linguagem C e etc..

    Notepad++

    Notepad++

    Porem a Maquina Virtual (mais informações sobre esse assunto

    http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A1quina_virtual) pode ser baixado no site http://www.virtualbox.org/ que cria um PC   Virtual (esse projeto da Sun Microsystems) onde necessita do CD de instalação do Windows XP(por exemplo) e onde ocorre a  instalação completa do sistema operacional  do Windows.

    VirtualBox

    Com criação da maquina virtual pode usar Scanner que existe poucos drives para Linux ,pois o meu aparelho é Scanner HP G2410 -1200×1200 não funciona XSANE (http://www.xsane.org/ ) que SANE significa “Scanner Access Now Easy” (Acesso ao Scanner Agora Fácil),contudo pode obter mais informações em http://packages.ubuntu.com/pt/jaunty/xsane

    Scanner HP G2410

    Para quem é técnico de informática nada como ajuda do Santo Expedito para dar aquela força quando você mais necessita.

    Santo Expedito ( Na hora do desespero vale tudo)

    Pode ter outros sistemas operacionais  com Virtual Box sem ter que fazer Dual Boot ( leia mais sobre Multi Boot http://pt.wikipedia.org/wiki/Multi_boot ).

    Com isso não existe mais desculpa de tentar usar o Linux e suas distros (leia mais  http://br-linux.org/faq-distribuicao/ ) ,contudo minha preferida é a Distribuição Ubuntu pode obter CD ou fazer download no site http://www.ubuntulinux.org/

    **Batendo na mesma Tecla**

    Agora vou comentar que mesmo individuo obtendo uma maquina que funciona em 64 bits o software tem que rodar 64 bits. Exemplo Blender 3D (http://www.blender.org/download/get-blender/ ) onde se   notar na página para Download  esta Linux x86-64 para baixar” **

    **  Dica: Pode conhecer mais sobre Blender 3D através de autores como Allan Brito que tem seu Blog http://www.allanbrito.com/ e seu livro publicado ,contudo com 3ª edição esgota “ Blender 3D – Guia do Usuário” ou autor José Fernando Reinicke e sua obra “Modelando Personagens com o Blender 3D” – onde as duas publicações foram pela editora “Novatec” site http://www.novatec.com.br/ **

    Abraços a todos!No próximo Post vou comentar um pouco mais sobre 32 BITS e 64 BITS e  Aquecimento x Performance .

  • Software livre é a definição criada pela Free Software Foundation (Fundação para Software Livre) é uma organização sem fins lucrativos, fundada em 1985 pelo nosso amigo Richard Stallman.

    Mas o que seria exatamente software livre são programas que podem ser usados livremente, copiados, estudados e tudo sem restrições, o mais bacana é que são codigos abertos ou seja podemos aprimorar o programa, acho isso um grande incentivo para a galera da area.

    (mais…)

  • Abordando o assunto anterior onde foi enfatizado obter um hardware de boa qualidade.

    Como ninguém é obrigado a ser tornar técnico de informática e dessa forma pensando no artista da computação gráfica deixo de abordar assuntos muito técnicos que não são relevante ao artista.

    Minha intenção nesse tópico é  a compra de seu hardware novo onde vou me apegar sobre a placa de vídeo.

    Um fato bem comum é comprar um placa de vídeo e descobrir que não é compatível no seu software 3D ou jogo preferido.

    Minha placa preferida é “Nvidia” onde o leitor pode consultar no site do fabricante http://www.nvidia.com.br/page/home.html .

    Use o bom senso ao comprar ,pois ,se seu hardware(que pode ser placa de vídeo, câmera para chat e etc…) se tem drivers para versão mais nova de seu sistema operacional preferido.

    Não compre por impulso, pergunte se placa de vídeo roda com seu software 3d ou jogo e que  não tem problema de travar ao executar certa função no software.

    ** Batendo na mesma tecla** Jargão “ O barato sai caro”

    Tenho um funcionário na minha empresa que gosta de sempre comprar equipamento barato e que tenha mesmo desempenho do produto que tem melhor qualidade(Que sempre custa mais).

    Por que esse assunto?Simples ,comprou não funcionou direito ,logo teve que trocar com pouco tempo de uso porque no fim ela pifou.

    Se parar para pensar ele acabou comprando outra de nível inferior que no final se tivesse juntado dinheiro e comprado a de alto desempenho estaria feliz.

    Abordo esse assunto porque é mentalidade do individuo no ato de sua compra é a diferença,pois esse meu funcionário é excelente técnico que conserta aparelhos medico e entende de informática,contudo fez péssima escolha.

    Para artista gráfico tem que ter um computador de alto desempenho para apenas se concentre na sua animação, modelagem e etc…

    Agora o artista ficar preocupado se executar uma operação no software e ainda  com risco de travar o computador por causa do equipamento é estressante.

    Compre sempre placa vídeo que é de fácil instalação e tem driver que pode obter fácil na internet e é compatível com software 3D ou jogo.

    Memoria eu recomendo da kingston- http://www.kingston.com/Brasil/.

    Uma observação ao colocar memorias  de  diferentes fabricantes  no computador,  mesmo sendo da mesma  frequência pode ocorrer  problemas. Compre do mesmo fabricante e sempre melhor uma de 2 GB do que duas de 1GB.

    Com tempo vai pensando no tão famoso No break ,minha opinião o melhor é da APC – http://nobreakapc.com.br/index.php?s=nobreak+apc – se observar vai sair quase preço de um estabilizador.

    **** Curiosidade, você pode instalar um sistema operacional sem ter que ser “Dual Boot”

    de uma olha nesse site http://www.virtualbox.org/*****

    No próximo assunto vou comentar mais sobre diferença entre emulador e maquina virtual,onde Virtual Box da SUN necessita instalar com CD do sistema operacional*****

    Abraços a todos e Feliz Páscoa!

  • Para iniciar essa parte sobre Hardware vou direto assunto.

    Trabalho muito tempo com manutenção de computadores e rede,meu nome é Marcelo Santi

    Posso afirmar que escolher um computador ideal depende da sua necessidade de uso.

    Para computação gráfica não tem solução, tem que obter uma maquina com bom desempenho.

    Se você procura um computador para trabalhar com Blender ,Gimp e etc… vai ter que gastar boa quantia de dinheiro,pois para ter maquina perfeita para artes gráficas é necessário ter ótimo desempenho e qualidade.

    Tenha em mente que as vezes é melhor juntar dinheiro e esperar uma melhor oportunidade para comprar um excelente computador que obter um que não atenda suas necessidades.

    Placa mãe que tem chipset Intel é melhor pedida,placa mãe Asus são as melhores.

    Processador é Intel. Celeron não recomendo ,mesmo sendo mais barato.

    Um erro grave de todo comprador é obter computador com placa de vídeo onboard .

    Bom, por que?

    Simples, onboard é que o chip de vídeo vem junto com placa mãe já vem instalado.

    Temos onboard como:placa de rede, vídeo e musica que vem com placa mãe.

    Agora para quem quer usar para computação gráfica tem comprar uma excelente placa de vídeo e isso é fato.

    Placa de vídeo onboard vai usar seu processador e memoria RAM para rodar seus programas.

    Não sentimos diferença na performance hoje em dia porque os processadores tem grande desempenho mas alguns anos atras era nítido a diferença.

    Memoria RAM “Random Access Memory”, ou “memória de acesso aleatório” é fator determinante para obter performance,não adianta ter super processador e pouca memoria.

    Para se ver, o Windows Xp necessita 512 mega no minimo para operar ,para ter grande desempenho 1 GB ,agora inclua software 3D,não preciso dizer que fica pesado quando roda um programa 3D como “Blender” com personagem numa cena mais elaborado.

    Outro hardware importante HD(Hard Disk) ou (Disco Rígido),alem de obter este equipamento com bom desempenho como barracuda da Segate – http://www.seagate.com/www/en-us/products/desktops/barracuda_hard_drives/ , sabemos que ela vai conter todos seus dados.

    Preciso dizer que uma boa “HD” é importante ,pois quem não comprou uma e perdeu todos dados porque estragou.

    *** Curiosidade :Sabe por que toda HD tem letra “C”?,

    Porque antes era usado o famoso e velho disquete onde a letra “A” era para disquete 5“1/4 e letra “B” para o disquete 1.44 e para nossa valente e tão usada HD a letra “C”****

    Bom com tempo vou detalhando mais sobre Hardware x Desempenho!

    Abraços para todos e boa sorte na compra de seu novo computador.

  • Esse é um tutorial para auxiliar na criação de um simples inimigo para jogo na engine do Blender.

    Qualquer duvida poste no comentário!

  • Quantas vezes você já encontrou um tutorial que gostou, mas que sempre deixava com um gosto de quero-mais e não mostrava toda a “magica da coisa”? Pois então! Este é um dos que não fazem isto, ele te guia em todo  o processo de modelagem de uma simpática personagem, a penosa, do início ao fim.

    São nove vídeos com uma didática excelente que foram criados para a turma de pos-graduação em games da PUC Minas pelo professor Arttur.

    Veja os vídeos em http://blendereffects.blogspot.com/2010/03/modelagem-de-personagem-partir-do-zero.html

  • é isso mesmo!  o projeto Durian precisa de modelos-personagens de fundo e o seu personagem pode ser usado no filme!

    David Revoy preparou varios desenhos de modelos para você pode escolher um deles para fazer.

    "childrens models"

    um pouco da historia da cidade que será palco desta cena:

    O mundo do filme é sortof, uma fantasia medieval. Assim, para a tecnologia, estamos falando de 1600 ou anterior. Dragões, obviamente, existem no mundo, assim como as outras criaturas de fantasia. Mas essas criaturas são geralmente  legendarias. A cidade é povoada apenas por seres humanos.

    "Adults"


    A cidade de Ishtar está deteriorando-se. Ela é grande e rica, com uma população próspera, mas fora destruída pela guerra religiosa e à seca, a fome e a disgualdade. Além de poucos ricos, a maioria das pessoas que ali vivem lutam pela sobrevivencia.” Você pode então imaginar agora as pessoas que vivem ali, com roupas básicas e robustas, como nos desenhos de Revoy.

    (mais…)

  • Durante o evento, a ONG irá anunciar novos projetos para 2010. Além disso, apresentará o “Circuito Telinha na Escola”, que irá percorrer nove Estados do país ao longo do ano, utilizando os recursos conquistados pelo prêmio Prêmio de Tecnologia Social da Fundação Banco do Brasil, em parceria com a Petrobrás e a Unesco. O circuito é uma extensão do projeto “Telinha na Escola”, desenvolvido desde agosto do ano passado em Rondônia, em parceria com o Instituto Vivo e a Secretaria de Estado de Educação e tem como objetivo incentivar o uso de novas tecnologias em sala de aula.

    Programação

    A programação da 1ª. Semana de Educação e Artes Digitais irá contar com sete painéis, os quais educadores e artistas reconhecidos nacional e internacionalmente irão apresentar seus projetos e debater as suas implicações junto ao público.

    veja mais em:

    http://www.semanaeducacaoearte.com.br/

  • Procuramos colunistas semanais!

    Quer ajudar a comunidade mas não sabe como? Pois então esta pode ser a sua deixa!

    Estamos procurando pessoas que tenham algum tempo livre na semana(em torno de 2 horas), para fazerem parte do procedural e criarem posts semanais sobre os assuntos que fazem parte da comunidade, que dentre alguns destacamos:

    • Game Engine
    • Gimp
    • Inkscape
    • Revista Procedural
    • Scribus
    • Blender
    • Etc.

    Se você que ser um colunista, use a pagina de contato e nos diga qual a área que gostaria de se candidatar e faremos contato com você!

    Procuramos colunistas semanais!
     
  • Aula introdutória ao inkscape

    Uma excelente video-aula para o inkscape, de uma olhada!

    (mais…)

    Aula introdutória ao inkscape
     
  • Um usuário do site está precisando de uma vinheta para abertura de um programa voltado a software livre, mas como o programa não conta com muitos recursos financeiros precisa de uma doação da vinheta, mas pode ser uma boa propaganda ter um trabalho usado na tv!

    Se tiver algum interesse entre em contato pelo formulário!

  • O domínio www.blender.com.br é a fonte de informação mais antiga na comunidade brasileira, e que a alguns anos recebia patrocínio de instituição acadêmica, que por questões internas, cortou esta verba, e agora para que o site não seja retirado do ar, a administração está fazendo apelos aos usuários, que contribuam fazendo doações ou comprando produtos de sua loja on-line, acredito que não será difícil atingir a meta, já que existem tantos frequentadores fieis.

    Para comprar produtos acesse:

    http://blender.com.br/loja

  • Só pelo fato de ter mais uma escola que oferece cursos de blender, já seria uma ótima noticia, não? Então some a isto os seguintes cursos:

    • Gimp – Introdução a Computação Gráfica Livre
    • Direção de Arte com ênfase em Softwares Livres
    • Curso Básico de Criação e edição de Imagem com o GIMP
    • O GIMP para Mentes Criativas
    • Fazendo Quadrinhos² com Software Livre
    • Ilustrando² com Inkscape
    • Blender 3D-rudimentos de modelagem tridimensional
    • Blender 3D- modelagem arquitetônica

    E para completar a boa nova, ainda contamos com uma figura conhecida no time, trata-se do polivalente Cogitas3D.

    Para saber mais visite:

    http://crialivre.com.br/

  • Nova Interface

    Nova Interface

    Olá,

    Meu nome é Willian e desde a época da primeira versão do Blender como software livre — a 2.26, no início de 2003 — eu faço parte do grupo de desenvolvedores oficiais dele, os que têm acesso direto ao servidor (svn) do código, que podem modificá-lo.

    Recentemente o Adell me convidou para escrever para o Procedural sobre o desenvolvimento do Blender. Fico feliz com o convite e espero justificá-lo com artigos interessantes e dicas úteis sobre esse assunto.

    O Blender 2.5 Alpha 0 foi lançado no final de Novembro (24/12/09). Acho divertido ler comentários em diversos fóruns de CG a cada lançamento e é nítido como a impressão geral vem melhorando. Esse foi especial, por ser o primeiro teste da tão esperada versão 2.5, que trouxe teclas de atalho e outras opções da interface configuráveis, que irá abrir as portas para tantos usuários de programas comerciais que já se acostumaram a outros padrões e não querem perder tempo aprendendo duas interfaces muito diferentes, tendo que alternar entre elas com frequência.

    Nota: o objetivo com Alpha 0 era apenas ter uma primeira versão de testes oficial. Para o Alpha 1 o plano inclui melhorar, completar e polir a interface, de acordo com as metas definidas para o 2.5, trabalho que deve continuar com o Alpha 2, etc.

    Algumas vezes os programadores tiram um breve descanso depois de um lançamento, para pensar com calma em como prosseguir. Mas com o projeto Durian e tanto por fazer no 2.5, isso não aconteceu. Quem acompanha as notícias e as mensagens de modificações no código do Blender viu que muito tem sido feito de lá pra cá.

    Vou destacar alguns pontos:

    Eventos

    A opção de arrasto contínuo (“continuous drag”) agora funciona nas versões para Windows, também. O que isso faz é reposicionar o cursor no lado oposto quando ele sai da área atual durante uma transformação. Por exemplo: ao mover um objeto para a direita na tela, quando se chega ao fim daquela vista 3D (“3d view”) o ponteiro do mouse reaparece do lado esquerdo, como se tivesse dado a volta. Isso também funciona na vertical, como se a área toda fosse um toro.

    O programador responsável por diversas melhorias nessa parte, Martin “theeth” Poirier (também autor da reformulação do código de transformações desde algumas versões atrás, “etch-a-ton”, netrender e diversas outras coisas), tem trabalhado bastante. Ele está fazendo o sistema de macros (comandos combinados) funcionar direito, está expandindo e melhorando o “snapping” e o código de configuração de atalhos, etc. Ontem introduziu o evento de “clique duplo” no Blender: agora podemos mapear comandos a cliques duplos. Testei isso fazendo o comando que reposiciona o cursor 3D mudar de clique simples com o botão esquerdo do mouse para clique duplo, funciona muito bem.

    Escultura digital

    Outro grande programador do Blender, Brecht Van Lommel (programou SSS, DSM, AO rápida, bone heat, o sistema de acesso a dados no 2.5 (RNA), etc. etc.), tem sido responsável pelas maiores mudanças no programa. Hoje ele colocou no código oficial do programa o resultado do trabalho que está fazendo para melhorar o desempenho de “sculpting”:

    http://www.blender.org/development/release-logs/blender-250/sculpt-and-multiresolution/

    Resumindo: já melhorou muito. Quem usa esse recurso vai poder comprovar que consegue trabalhar com meshes bem mais densos do que no 2.49b e no 2.5 Alpha 0. Ainda estamos longe do ZBrush, mas comparado ao que se podia fazer antes, o salto é bem significativo.

    Extras

    Vale também comentar sobre melhorias no suporte ao formato COLLADA, feito pelo Arystan “kazanbas” Dyussenov. Finalmente é possível importar animações com esqueletos direito. Falando em animações, Campbell “ideasman_42” Barton, principal programador da API de Python no 2.5, entre diversas outras contribuições, está trabalhando com os artistas do projeto Durian programando um script chamado “rigify” para facilitar o trabalho de “rigging”.

    Curiosamente, algumas das maiores reclamações no momento têm vindo de velhos usuários do Blender. Vários deles não gostam do fato da nova interface ser otimizada para painéis de botões na vertical. Querem que a opção horizontal tenha o mesmo suporte. O principal problema da configuração vertical é que com áreas estreitas é trabalhoso acessar os botões que ficam nas barras (“headers”), por serem longas. Ainda não está claro se isso vai ser melhorado nesta fase, nem como.

    Isso é tudo, pessoal. Se tiverem dúvidas podem colocá-las nos comentários ou no frum e respondo no próximo artigo.

    Dica: quem quiser pode acompanhar as mudanças no código da versão oficial do Blender aqui:

    http://cia.vc/stats/project/Blender

    Willian Padovani Germano

  • Sempre quis saber como foram feitos os efeitos especiais da trilogia “The Matrix”? Pois então seja rápido e garanta a sua vaga para a palestra  que acontece dia 12 de dezembro na melies, uma das maiores e mais respeita escola do pais, e o melhor de tudo: de graça.

    Se como tudo isto não fosse o suficiente, haverá também no mesmo dia (uma única inscrição), a palestra falando sobre os efeitos do filme Distrito 9, que pelos trailers  já da para imaginar que o uso de efeitos é altíssimo, inclusive o palestrante integrou a equipe que criou os efeitos do filme.

    Para maiores informações e inscrição acesse a pagina do evento aqui.

  • timthumb

    Já sabe como fazer um modelo completo com o blender 2.5? Acha que consegue fazer todo o trabalho sem se enroscar em nada?

    Mas para não sobrar duvidas faça este tutorial, que mostra a criação de um personagem completo usando o 2.5.

    É um vídeo de uma hora com muitos detalhes e dicas.

  • banner3

    Você que já pegou a nova versão do blender, a 2.5 e não encontrou por exemplo o set smooth deve ter feito a mesma pergunta!

    Andrew Price, escreveu um pequeno guia para a migração de versões anteriores para a interface do 2.5. O guia mostra como era apresentado e como e onde está agora, repleto de imagens, façam bom proveito!

    fonte: http://fernandoreinicke.wordpress.com/

  • Quem está começando com o blender pode sentir alguma dificuldade, afinal sua interface não é, digamos padrão, é neste momento que um bom tutorial pode fazer toda a diferença, abrindo os horizontes, mas encontra-los nem sempre é tão trivial, seja porque o arquivo estava hospedado em servidor de arquivos free e foi apagado ou por qualquer outro motivo, mas nas andanças diárias pela internet tive a curiosidade de digitar no navegador http://tutorialblender.com.br e para minha surpresa, abriu um site com muitos tutorias para download o ultimo é sobre o uso dos nodes, mas tem muito mais, então não se envergonhe e faça bom proveito!

  • A partir de agora começa a caça a materiais para a nova versão do blender que já esta na boca do forno a 2.5, no Brasil deve somente ser encontrada em fóruns, mas caso o espanhol não seja problema (acredito que não é problema a ninguém) veja esta iniciativa.

    O material conta com versão on-line e também uma versão para download em pdf.

    Caso você tenha encontrado material especifico para a versão 2.5, deixe um comentário com o link!

  • Rafael Junqueira (SahelBlender3D[arroba]gmail.com) no enviou o seguinte:

    Curso de Blender (Turma ou individual) no CAAPRJ – Centro de aplicação e aprendizado – Rio de Janeiro

    O curso abrange aspectos da modelagem e da animação 3D com auxilio da
    linguagem Python utilizando o programa Blender 2.49 com uma didática simples
    para todos os públicos.

    São 5 módulos que podem ser tratados em turmas ou em aulas particulares para
    trabalhos universitários, curso de ciência da computação, publicidade e
    etc.

    Inovação.

    Turmas pequenas
    Atendimento á domicílio ou localmente

    Entre em contato com a CAAPRJ.

    Fones/Fax: (21) 2268 – 2224 / (21) 2208 – 6063
    (21) 4104 – 0631 / (21) 4104 – 0632

    Como chegar:
    http://www.caaprj.com.br/localizacao.html

  • Você sabia que pode enviar uma notícia diretamente para os editores do site procedural?
    Tudo o que você deve fazer é escolher o tema da notícia, acessar o link enviar texto, e preencher os campos do formulário e clicar no botão enviar!

    Simples assim! Aguardamos a sua colaboração!

  • c3689bd090

    Foi liberada hoje, oficialmente, a versão 2.5 alpha 0 do Blender. Segundo o site oficial da Blender Foundation, “esta versão é o primeiro teste oficial da série 2,5 do Blender, e representa o resultado de muitos anos de trabalho em desenvolvimento e reedição do design.”

    Quem quiser baixar esta nova versão, e ainda conhecer melhor as novidades, acesse o site por aqui.

  • No dia 14 de novembro aconteceu, na Alpha Channel uma palestra sobre o Blender 2.5 e a Game Engine. Os palestrantes foram: Gustavo dos Santos (professor de Blender da Alpha Channel), Jorge Rodrigo Kavazuro (professor de Blender e Blender Game Engine da Alpha Channel) e Willian Padovani Germano (um dos desenvolvedores do Blender, e desenvolvedor da Python Driver do Blender).

    Além de comentarem sobre mercado de trabalho na área de jogos, e outras diversas funções para a Blender Game Engine (por exemplo, maquetes virtuais em tempo real), foram apresentadas várias novidades para o Blender 2.5, como:

    – Novo sistema de configuração de teclas (você poderá definir seus próprios atalhos)
    – Melhoras no Grease Pencil
    – Possibilidade de animação de exatamente tudo no Blender. Desde os personagens, até os botões do painel de controle!
    – Maior integração com renderizadores externos
    – Editar projeto durante o render (a tela não fica mais “travada” enquanto você renderiza)

    Entre muitas outras. Acompanhe as novidades aqui.

    Confira abaixo a entrevista com Willian Padovani Germano:

    P – Que novidades podemos esperar para o Blender na opinião de vocês?

    W – Para o 2.5 beta 0, o objetivo principal é ter uma versão confiável, pronta para ser usada na produção do novo filme (projeto Durian). Mesmo sem estar completa em relação à 2.49.

    Claro que a beta 0 também vem com muitas novidades e melhorias, especialmente na arquitetura (acesso a dados, sistema de eventos, teclas configuráveis, interface gráfica), renderização (texturas volumétricas, otimizações em ray tracing, fumaça) e animação.

    Esse link ilustra melhor

    Lançada a beta 0, os trabalhos devem se concentrar ainda mais no que for necessário durante o projeto Durian e nos objetivos que buscam alcançar com ele, como renderização em 4k, efeitos mais avançados, etc.

    Como eu comentei na palestra, vejo o desenvolvimento do Blender como algo muito saudável. Todas as grandes áreas (modelagem, animação, materiais, iluminação, renderização, scripting, a GE) estão sendo melhoradas.

    Novos projetos surgem com frequência e só com os que já existem o Blender poderia continuar evoluindo bastante por mais de um ano: BMesh (n-gons), desempenho melhorado para escultura digital, renderizador Freestyle, Light Paint, suporte melhorado ao formato COLLADA, NURBS, etc.

    Enfim, podem esperar muita coisa boa nas novas versões do Blender. Como sempre, só que mais 🙂

    P – A série 2.5 é revolucionária em que sentido?

    W –Partes vitais do Blender foram reescritas e isso estabelece uma plataforma bastante moderna, sólida e flexível para desenvolvimentos futuros. Algo assim em um programa aberto e gratuito, já poderoso e com tantos usuários e interesse, é revolucionário.

    Já estamos colhendo muitos frutos desse trabalho e tudo indica que isso seja apenas o começo. O Blender 2.5 é bem mais convidativo e atraente tanto para usuários novos e experientes com CG quanto para desenvolvedores.

    O Blender vem evoluindo de maneira acelerada desde que virou software livre, na época da versão 2.25. A série 2.5 continua essa expansão e, mesmo considerando o quanto ela contribui a mais, ainda podemos considerá-la como uma evolução.

    Pra mim, o que justifica chamá-la de revolucionária é o quanto ela expandiu o potencial do Blender para desenvolvimentos atuais e futuros.

    P – Sobre a Game Engine, é possível fazer jogos elaborados usando o Blender? Existe algum como referência?

    W – Primeiro a resposta óbvia:

    Certamente não se pode criar com a BGE algo do nível dos jogos comerciais com tecnologia de ponta, aqueles cujos requisitos de hardware recomendados estão acima do que a maioria dos usuários de computadores possuem.

    Agora a resposta que eu julgo mais correta:

    Qualidade técnica (gráficos, inteligência artificial, simulações realistas de física, etc.) não determina nem garante jogos elaborados. E certamente não garante bons jogos por si só.

    O principal sempre foi e sempre será a criatividade. Jogos absolutamente simples quanto à programação podem ser muito elaborados e desafiadores. E bem sucedidos comercialmente. Mesmo a parte gráfica depende mais de criatividade e talento que de máquinas potentes.

    Dito isso, é claro que a BGE, e engines até inferiores a ela, podem ser usadas para criar jogos elaborados.

    A BGE já suporta diversos recursos que permitem boa qualidade técnica, como shaders, sombras em tempo real, diversos recursos para animação, simulações físicas, soft body, scripting, bump-mapping, multi-texturing, etc., etc.

    Com conhecimento técnico e hardware mais recente é possível fazer uso desses muitos recursos e criar ambientes capazes de impressionar, como o Jorge Rodrigo Kavazuro demonstrou durante a palestra. Para jogos com interações mais elaboradas (IA, etc.) é necessário saber (ou conhecer alguém que saiba) programar os scripts.

    Hoje em dia a BGE é uma boa engine, bastante capaz. Por um bom tempo ela esteve quase abandonada, mas de uns anos para cá surgiram desenvolvedores de talento que passaram a se dedicar a ela. A tendência é que ela continue a evoluir, acompanhando novos recursos que forem surgindo.

    Quem ainda não conhece pode ter uma boa ideia dos recursos com esses vídeos:

    Martins Upitis: Bathroom demo;

    O brasileiro Vítor Bálbio: Ruínas 2.0;

    MEGAGOLF (bom exemplo de jogo com estilo gráfico simples mas interessante);

    E este é um vídeo do Yo Frankie!, jogo aberto feito com apoio do Blender Institute.

    Ou acessando a BlenderNation, que deve ter a melhor lista de referências a jogos feitos com a BGE ou cuja arte foi feita no Blender.

    P – O mercado nacional sabe usar a BGE de maneira plena?

    W – Não sei afirmar se já há exemplos de gente aproveitando o potencial dela a fundo. Mas sei com certeza que há interesse, até de empresas, em usar o Blender e a BGE para jogos para a web, por exemplo.

    Existem problemas técnicos (segurança) e práticos (licença da BGE obriga a liberar o código fonte dos scripts usados), por isso busca-se alternativas para jogos comerciais feitos para ela, como o gamekit.

    Vale lembrar que engines como a Unity 3D também suportam bem o Blender.

    Vemos exemplos de que a situação em geral para criação de jogos no Brasil vem evoluindo. Temos acesso às informações (livros, Internet), existe mercado, as ferramentas continuam evoluindo (Blender entre elas) e ficando mais acessíveis, com versões gratuitas, etc. As perspectivas para o futuro são muito promissoras.

    P – O crescimento do Blender está se acentuando, o que vocês acham que contribuiu para o fato?

    W – Quando o Ton iniciou o projeto para liberar o código do Blender, me lembro de comentários duvidando que o projeto fosse ter sucesso, porque achavam que 3D era complicado demais e que seria impossível competir com os programas comerciais.

    Me lembro que eu torcia para que um dia ele pudesse ir tão bem quanto o Gimp, por exemplo. E me lembro quando percebi, várias versões depois, que o Blender estava evoluindo mais rápido que o Gimp (obs: isso é apenas minha opinião) e que havia se tornado um dos projetos open source mais importantes e ativos do mundo.

    A razão nº 1 pra mim é o próprio Ton.

    A visão dele sobre como o Blender deve ser, a capacidade como programador (de um tipo raro, com visão artística) e para gerenciar esse projeto e projetos paralelos (o estúdio, a loja online, as conferências, os filmes, etc.) são incomuns.

    O ambiente de desenvolvedores que se formou em torno dele, amistoso, divertido, produtivo, fez vários de nós ficarem e não termos intenção alguma de sair desse projeto. A paixão que ele tem pelo Blender se tornou nossa paixão, também.

    Muitos projetos open source morrem ou rastejam lentamente por anos simplesmente porque as pessoas envolvidas não conseguem criar um ambiente agradável, convidativo. Isso faz uma diferença gigantesca. Suponho que deva ser muito difícil colaborar em um projeto quando você detesta os outros envolvidos 🙂

    A razão nº 2 é que o Blender atende muitas demandas. Há muita gente nas diversas áreas relacionadas a CG para quem os programas comerciais não atendem determinados requisitos e que precisa de programas abertos ou gratuitos como o Blender, por diversos motivos. É um projeto muito necessário e por isso atrai muitos interessados e colaboradores, que ajudam a torná-lo cada vez melhor, atraindo mais gente ainda.

    É, acho que é isso. O Blender vai tão bem porque ele é necessário e porque o Ton é uma das pessoas mais legais do mundo 🙂

    P – O Blender sempre teve a fama de ser usado por amadores, principalmente aqui no Brasil, vocês concordam? Por que?

    W – O Blender é o pacote ideal pra ser usado por amadores: bom, aberto, gratuito, mais leve, roda em múltiplas plataformas e tem diversas comunidades mundo afora, inclusive (claro) aqui no Brasil.

    Então essa fama não é falsa nem é indesejada, muito pelo contrário. Mas ela só conta parte da história. O programa não para de evoluir e com ele evoluem seus usuários mais dedicados.

    Como sabemos, o Blender é bom o bastante para ser usado profissionalmente e há muita gente fazendo isso, inclusive aqui no Brasil, há anos. Isso vem aumentando consistentemente e esperamos que logo o Blender seja uma das principais ferramentas do mercado.

    De uns anos para cá usar esse argumento de “usado por amadores” para falar mal do Blender se tornou pura tolice, claro. Primeiro, pelo que comentei anteriormente.

    Segundo porque com o fenômeno “mundial” da pirataria de software, muita gente prefere usar cópias ilegais de programas de ponta a se contentar com ferramentas inferiores. Ainda mais os amadores, que normalmente não correm o risco de ser descobertos e visitados por advogados e pela polícia. Além disso, para quem precisa sempre existem alternativas mais em conta de boa qualidade, software usado, versões mais antigas como brindes em revistas, etc. Se tantos adotaram o Blender, é por mérito dele, não apenas por ser gratuito.

    Terceiro e mais óbvio: basta uma busca rápida para encontrar muitas imagens e animações impressionantes feitas em Blender.

    Nós sabemos que a falta de conhecimento dos outros sobre o programa atrapalha quem quer trabalhar com o Blender. E que isso demora pra mudar. Felizmente nós já temos todos os argumentos e bons exemplos de trabalhos feitos com o Blender para acabar com isso.

    P – A mudança na interface tem gerado elogios e críticas, o que pensam sobre o assunto?

    W – Há muitas mudanças. É natural que parte dos usuários se sinta apegada à interface anterior ou discorde dos rumos atuais. Principalmente se não descobriram ainda o quanto ela é mais dinâmica e elaborada.

    Pessoalmente, eu gosto muito da nova interface, pelo que já está lá e, novamente, pelo potencial do código. Incomparavelmente superior às versões anteriores.

    Um aspecto que eu acho importante mencionar: como a nova interface é muito mais fácil de editar (muito dela está em scripts em Python), não é necessário ser programador para trabalhar nela.

    Isso permitiu abrir o trabalho de criar a interface do Blender para artistas e especialistas em interfaces. Pode-se fazer bastante com um pouco de Python ou basicamente copiando e colando trechos de código simples e repetitivo. No futuro podemos ter múltiplas interfaces feitas por usuários.

    Outro ponto importante: o trabalho está em andamento e apenas no início. Existem programadores muito bons colaborando. É cedo para julgar o resultado.

    Para os que não gostaram das mudanças, sugiro o seguinte:

    – Mantenham a mente aberta, tentem ver o Blender 2.5 como um novo programa, não o comparem ao 2.49.
    – Existem motivos bem pensados guiando o desenvolvimento da interface. É útil conhecê-los.
    – Aprendam sobre as novas possibilidades com calma antes de decidirem se gostam ou não.

    P – Os renderizadores para o Blender tem seguido o mesmo caminho, aparecem de forma gratuita, se popularizam e se tornam produtos comerciais! O que acham disto?

    W – Ah sim, isso aconteceu este ano com o Indigo e o Kerkythea. Não vejo problemas, pelo contrário.

    Esses renderizadores são projetos independentes, que começam gratuitos e suportam alguns dos principais programas de modelagem, inclusive o Blender, normalmente via script feito pelos desenvolvedores ou algum usuário. O fato de não serem software livre já deixava claro desde o início essa possibilidade de passarem a vender o programa.

    Alguns vão dar certo comercialmente, outros não. Tomara que se tornem alternativas de baixo custo comparáveis aos principais do mercado. Ou, para os que não conseguirem, que tenham seu código liberado, como aconteceu com o Blender.

    Mas esses exemplos servem para reforçar a distinção entre software livre, como o Blender, e software apenas distribuído de graça. Software livre não pode ser “tomado” de você. Podem até parar de desenvolvê-lo, mas aí outros terão acesso ao código e vão poder continuar seu desenvolvimento, se for um projeto interessante.

    É bom ver que temos todas as possibilidades suportando o Blender: renderizadores comerciais, gratuitos, open source, renderizador interno.

    Não há motivo para preocupação. Quanto melhor o Blender se tornar e, em especial, quando a API para renderizadores externos estiver pronta, mais renderizadores consagrados e novos (renderização em hardware!) irão ter bom suporte ao Blender, atendendo todos os possíveis interessados daqui até Hollywood.

  • Esta é a segunda, e última, parte do tutorial de Wes Burke para o Blender Cookie mostrando como modelar uma tenda. Agora será mostrado como aplicar as texturas, fundo para a paisagem (utilizando a imagem de referência), criar a grama com partículas, e, por fim, renderizar utilizando layers e composite nodes.

    tenda2

    Fontes:

    Blender Newbies

    Blender Cookie

  • Cartaz da palestra

    Cartaz da palestra

    Willian Padovani nos disse:

    Oi, gostaríamos de divulgar esta palestra, desde já agradecemos:

    Palestra sobre Blender na Escola Alpha Channel em São Paulo – Brasil

    Dia: 14 de Novembro (Sábado) às 14:00
    Duração: cerca de 2 horas
    Programa: O revolucionário Blender 2.5 e a Blender Game Engine

    Esta será uma palestra leve e informativa, onde vamos apresentar visões
    gerais sobre:

    – A série 2.5 do Blender: o que ela traz, o que representa (porque é revolucionária) e o que podemos esperar dela.

    – A Blender Game Engine, seus recursos principais e seu desenvolvimento no mercado atual.

    Participantes:

    – Gustavo dos Santos – professor de Blender da Alpha Channel.
    – Jorge Rodrigo Kavazuro – professor de Blender e Blender Game Engine da Alpha Channel.
    – Willian Padovani Germano – um dos desenvolvedores do Blender.

    Vagas: 50. Ligue e garanta já a sua: (11) 5572-8377.

    ALPHA CHANNEL – Centro de Computação Gráfica

    Endereço
    Rua Pedro de Toledo, 80 – 1° Andar – Vila Mariana – CEP 04039-000 (ao lado do metrô Santa Cruz)
    São Paulo – SP – Brasil

    Telefone (11) 5572-8377

    Website: http://alphachannel.com.br

  • Um curta metragem geralmente tem entre 5 e 10 minutos, você assisti e não percebe o que está por trás disto, são muitas noites em claro de pois que tudo estive planejado e esquematizado, mas estes problemas não fórum o suficiente para parar Shane Acker que produziu o curta 9 sozinho, fazendo o papel de todos.

    O curta tem um enredo fantástico, que apesar de não ter uma única palavra consegue transmitir muito bem a mensagem de cada momento, o mundo do personagem foi muito bem pensado, a modelagem muito bem feita e os sons muito bem aplicados.

    O curta recebeu indicação para o Oscar, e agora esta se tornando um longa. Então não desista, pode ser que a sua ideia seja a próxima, estamos torcendo por você!

    Trailler do Longa

  • Muito legal esse tutorial de Wes Burke para o Blender Cookie, o novo portal de tutoriais da CG Cookie voltado apenas ao Blender.

    Neste vídeo você vai ver a modelagem de uma tenda antiga (daquelas que se pendura uma lona em cima de umas varas e amarra em estacas no chão), mostrando a utilização do cloth simulation para a lona, e curvas para as cordas. Ele mostra até como fazer os nós das cordas amarradas nas estacas!!

    Timelapse modelando uma tenda

    Fonte:

    Blender Newbies

    Blender Cookie

  • Estava conversando com usuário de uma outra suíte que não quero citar o nome, mas o primeiro nome começa começa com co e terminal com rel, e ele me disse a frase do título!

    Não dá para fazer nada bom no inkscape! Tem que ser no Corel!

    Como ultimamente não faço mais o papel de bitolado, deixei o assunto para lá, mas depois fiquei me corroendo e pensando como um “profissional” pode ficar preso a uma ferramenta somente pelo seu legado? Digo isto por conhecer o trabalho dele e saber que o que ele faz, daria para fazer a mesma coisa até  no paint brush do windows!

    No final, o que conta mesmo é o conhecimento que o usuário tem do software, ficando depois a analise do consumo de hardware exigido pelo programa.

    Mas o fato é que o Inkscape já se tornou muito, uma ferramenta profissional para vetorização, e precisa agora somente quebrar outra barreira e desta vez não é tecnológica ou de ordem técnica e sim a do preconceito de ele não é um bom software e para ajudar, veja esta imagem:

    Fotografia vetorizada por Luciano Lourenço, usando Inkscape em Debian GNU/Linux com auxilio de um tablet.

    Fotografia vetorizada por Luciano Lourenço, usando Inkscape em Debian GNU/Linux com auxilio de um tablet.

    Se quiser mais informações sobre o inkscape, você pode acessar o wiki da comunidade brasileira (http://wiki.softwarelivre.org/) ou o nosso forum(http://www.procedural.com.br/forum/inkscape/).

  • Se você já tem algum tempo de estrada com o blender, deve se lembrar de como a sua interface era feia lá pela versão 2.21!

    Pois bem! De lá para cá muita coisa mudou, mas algumas foram mais especiais que outras e é claro que isto é de pessoa para pessoa, mas vou listar os meus 10 itens e convido a outros blogueiros a fazerem o mesmo.

    1- Compra do blender pela comunidade internacional.

    Foi aqui que tudo começou a mudar, antes o controle do blender estava nas mão de uma empresa (NaN) e tudo devia ser aprovado por ela, o que era mais que correto já que se tratava de um software comercial que deveria seguir a visão da diretoria da empresa. Mas como os planos não foram como o esperado Ton Rodendal resolveu “vender” o código fonte para a comunidade que se formou em torno do projeto e iniciou uma mundial para arrecadar o saldo que foi relativamente fácil (Ele deve ter pensado, putz! Devia ter pedido mais! :D) e o código fonte foi então passado para a fundação blender.

    2- Caustic

    Piao de Vidro

    Piao de Vidro

    É serio, mas o blender não oferecia suporte a caustic, e quando a feature foi adicionado à arvore oficial foi um alvoroço, inclusive a imgem acima! Notem que fiz questão de citar o caustic.

    3 – YafRay dentro do Blender

    O render interno do blender nunca foi a sétima maravilha do mundo, mas sempre houve alternativas, o POV-Ray foi um dos primeiro e foi bem disseminado na comunidade pelo cogitas3D, mas o seu uso se da até hoje por meio de scripts e digamos que ele não é um renderizor veloz.

    Mas o yafray tomou a cena de assalto e é até hoje considerado o queridinho da comunidade. Isto se deu principalmente por ter o seu acesso feito diretamente a partir da interface do blender, dando a possibilidade de configurações mais avançadas que podiam agora ser realizadas com o mouse e não através de edição de um arquivo xml, afinal a maioria dos usuários são artistas e não programadores.

    4 – Suporte a HDRI

    A iluminação e a textura são os elementos que realmente deixam um trabalho com cara de real e profissional e o blender tinha esta deficiência, não aceitava este tipo de iluminação, e novamente para fazer uso de imagens do tipo .hdri havia a necessidade de abrir o xml e dizer ao renderizador (somete os externo, é claro!) que queríamos este recurso. A inclusão do suporte elevou em muito a qualidade dos trabalhos apresentados, e acredito que uma das maiores expansões que ocorreram, foi justamente nesta época.

    5 – Sculp

    Se você ainda não sabe o que é, coisa que duvido de uma olhada em algumas coisas que o jj fez já algum tempo, hoje acredito que sua técnica com a ferramenta esteja ainda mais acurrada e sem contar que desde estas imagens a ferramenta também evoluiu bastante.

    É claro que ainda não podemos nos comparar ao ZBrush, mas tente fazer um joginho nele 😉

    6 – Nova interface

    A interface do blender não segue o padrão dos softwares do ramo, mas ele já foi ainda pior, todo quadrado e fixo e recebeu uma grande melhoria e ainda vem mais pela frente com a versão 2.50 que esta atraindo a atenção de muita gente, apesar de termos que praticamente reaprender a usa-lo.

    7 – Liberar a GE

    Jogos são o maior nicho do mercado, e a liberação da GE despertou a curiosidade de muitos que testaram e aprovaram, tanto pela facilidade de se construir seu próprio jogo como também pela versatilidade.

    8 – Ambient Oclusion

    E a partir deste ponto que o render interno do blender deixou de ser considerado como apropriado apenas para visualização, tornando-se uma opção também para finalização de trabalhos com boa qualidade, depois foi a vez dos nodes e então é possível renderizar com excelente qualidade.

    9 – Simulação Física

    Líquidos, fumaça, nevoas, vento, colisão, cabelo, etc. são efeitos difíceis de serem conseguidos e existem ferramentas que se destinam exclusivamente para isto, a partir da suite como plugin ou de modo separado, mas com as adições feitas no blender é possível conseguir simulações de grande realismo.

    Simulação de Fumaça

    Simulação de Fumaça

    10 – Reescrita do sistema de bones

    Todo animador “baba” ao ver o setup de um esqueleto feito no XSI, mas com a adição da nova estrutura de bones, já não devemos tanto assim para ele, tanto que algumas coisas que temos não existe em nenhuma outra suite de animação.

    É claro que estes recursos são o melhores no meu ponto de vista, para um desenvolvedor de jogo por exemplo, as melhorias na Game Engine, são as melhores, então porque você não escreve quais são os seus?

    Pode ser nas salas do forum, nos comentários ou se você tiver um blog, a partir dele, aproveito e deixo o convite para:

    http://fernandoreinicke.wordpress.com/

    http://www.allanbrito.com/

    http://mangojambo.wordpress.com/

    http://obalbio3d.wordpress.com/

    ou para qualquer outro que quiser participar.

  • A confecção de bons shaders é um trabalho árduo até mesmo para os mais experientes, imagine para o iniciados? E ainda tem todos aqueles nomes estranhos, mas não se preocupe Jonathan Williamson preparou uma vídeo-aula fantástica sobre o assunto!

    http://www.cgcookie.com/articles/projection-painting

    Agora você não tem mais a desculpa de que o seu modelo não fica com aparência pro por falta de uma boa textura.

  • Imagem do manual

    Imagem do manual

    O Bebeto Maya atualizou o seu manual sobre o blender

    A proposta da minha apostila é introduzir o usuário no mundo do Blender, dando um pouco mais do que ele encontrará em algumas revistinhas adquiridas em banca. Até porque, devido a limitação de espaço, tais publicações apenas “pincelam” a ferramenta.

    Aqueles que adquiriram as versões anteriores, meus sinceros agradecimentos. Toda a descrição abaixo, continua valendo, apenas acrescentei este adendo, para divulgar a nova versão, desta feita. melhorada.

    Link para o post:

    http://blenderufpe.wordpress.com/2009/06/10/curso-blender-para-designers-1-0alfa/

    Desculpem pela falha e obrigado Agnes pelo aviso!

  • final 1

    Depois que o Indigo se tornou um software comercial, o Luxrender vem recebendo uma maior atenção da comunidade do Blender e se tornando a opção padrão para renderizadores do tipo Unbiased.

    Mas se o seu problema são os materiais, de uma olhada neste link, aqui existem materiais separados por categorias. Ainda são poucos, então se você tem um material, que tal envia-lo?

    Ps. Você pode enviar do próprio luxrender, o material que estiver em uso no momento!

  • Quem já não pesou sobre este assunto? Qual seria a posição do blender frente ao Maya, 3D Max, e outros famosos?

    O site TDT3D também pensou e comparou várias aplicações com muitos critérios e o resultado pode ser visto neste link!

    Pois bem! Ao meu ver não ficou devendo nada, afinal perde em alguns parâmetro, mas ganha ou se equivale a tantos outros. Mas que tal se os pontos fracos fossem vitaminados? Ai não teria pra ninguém! Você não acha?

  • Você sabe quais os eventos mais importantes do Brasil para o Blender? Conhece os maiores evangelistas sobre Blender?

    prancheta

    Pois é! As pessoas acabam não conhecendo quem faz um determinado grupo acontecer, e foi pensando nisto que foi criada uma pesquisa para responder a questões como estas e você pode ver o resultado aqui:

    http://www.procedural.com.br/forum/outros-assuntos/pesquisa-sobre-o-blender

    Veja se o seu nome ou do seu indicado aparece na contagem!

    Em Dezembro tem a segunda edição!

  • O mercado mundial de jogos cresce a cada ano de forma estrondosa e muitos querem descobrir o caminho das pedras e aprender como se desenvolve um jogo, que dependendo da engine escolhida, pode ser algo não tão simples, mas o blender tem uma engine de jogos completa e para saber mais sobre ela, acesse este tópico:

    http://www.procedural.com.br/forum/tutoriais/tutorial-de-criacao-de-um-modelo-md2-com-wings3d-e-blender-para-games/#msg17291

  • Se você vai à http://www.latinoware.org/ este ano, não perca a chance de ver a palestra de um dos grandes difusores de Blender no pais, o Cogitas3D, que além da palestra também apresentará um mini-curso de blender.

    Veja o convite do próprio:

  • Tutorial Núvens

    Confira este vídeo-tutorial de Kernon Dillon, instrutor certificado pela Blender Foundation, ensinando como criar núvens através do modificador “Displace” e Node Editor, no CG Cookie.com.

    Abaixo, alguns exemplos de núvens feitas seguindo o tutorial:

    Fonte:

  • Confira abaixo o vídeo-tutorial de Paul Caggegi sobre criação de Armature (esqueleto) para um personagem humano, ótimo para quem deseja aprimorar seus conhecimentos em animação de personagens. Com apenas 15 minutos, o vídeo aborda várias técnicas e dicas de como criar um esqueleto bastante completo, com ossos auxiliares e controladores (helper e controller bones), mestre (master bone) e ossos com forma customizada (custom bone shape).

    Para assistir ao vídeo é necessário ter conhecimento da língua inglesa, já que as dicas são todas narradas, e é aconselhável conhecer o básico de rigging (criação e configuração de esqueleto para animação de personagens).

    TPD WIP – June 2009 from Paul Caggegi on Vimeo.

    Fonte:

    Blender Nation

  • Aqueles que estiverem interessados em participar da Blender Pro deste ano apresentando trabalhos podem enviar seus projetos acessando o site oficial.

    Segundo a equipe organizadora do evento:

    “A Blender Pro este ano, está tratando do tema “CONECTADO AO MUNDO BLENDER”.

    Além do SBGames, na sequência será realizado o SIBIGRAPI, ambos são os mais importantes eventos de Entretenimento Digital, Computação Gráfica e Processamento de Imagem da América Latina.

    Convidamos você a enviar um trabalho . Se ele for aceito pelo comitê de programa, ele constará oficialmente dos anais da conferência. Este ano a Blender Pro terá ISSN próprio!

    Os trabalhos podem ser:

    Artigos, Posters, Tutoriais, Animações, Imagens, Jogos, Demos, Maquetes Eletrônicas, Passeios Virtuais, Apresentações, Aplicações Interativas e Palestras. Você pode participar em todas as categorias. Um mesmo trabalho, uma Animação por exemplo, pode gerar um Artigo, ou um Poster.  Siga as instruções e Participe!”

    O prazo para entrega dos trabalhos é até 23 de agosto.

    E não esqueça também de conferir a votação para o nome do mascote da conferência!!

    Fonte:

    Blender Pro

  • Olá pessoal,

    Estou disponibilizando on-line um guia para utilização do blender 3d aplicado
    a design. Ele contém 280 páginas e está relativamente completo, sendo
    distribuído livremente

    Mais Informações em:
    http://blenderufpe.wordpress.com/

    att.
    bebeto_maya

  • Aprenda a criar árvores completas nesta série de tutoriais do Fernando Reinicke. Ele mostra nestes 3 tutoriais como usar o script TreesFromCurves, que transforma simples curvas e planos em troncos, galhos e folhas. Tudo isso de uma forma bem didática e simples, que já é característica dos tutoriais do autor.

    Confira abaixo as 3 partes do tutorial:

    Parte 1: Criando o tronco a partir de curvas;

    Parte 2: Preenchendo o tronco com galhos e aplicação de materiais;

    Parte 3: Gerando as folhas.

  • Procurando desmitificar que não se pode fazer tudo na area gráfica com produtos livres, o site http://www.agni.art.br/ lançou um desafio:

    Para cada comentário nessa página que contiver um desafio pertinente, será publicado aqui um tutorial de como realizar tal trabalho usando apenas ferramentas livres, sempre mostrando exemplos de trabalhos já feitos. Para isso, estarei sempre convidando as comunidades de usuários de tais softwares para participar do desafio.

    grande-desafio01

    Se você aceita, vá até esta pagina e lance o seu!

  • Aprenda a criar um simpático ursinho de pelúcia com material bem realista!! Neste tutorial de Jonathan Williamson é mostrado, passo a passo, desde a modelagem até a criação do material.

    A dublagem é toda em inglês, mas não é algo que atrapalhe àqueles que não têm facilidades com a língua, já que é possível entender os passos apenas prestando atenção ao vídeo.

    Parte 1: modelando o ursinho

    Parte 2: criando o material

    Fonte:

    BlenderNation

  • Quer saber como mudar o mundo, comece por você!

    É exatamente esta a ideia do curta produzido pelo cogitas e seus amigos propoem neste video que está participando doYouTube Cannes Young Lions 2009:

    http://www.youtube.com/watch?v=IjaUpiEn9z0

    Veja o video e de seu voto para nah nah nah em www.youtube.com/canneslions.

  • Foi anunciada ontem a data para a III Conferência Nacional de Blender 3D, a Blender Pro’2009. Será realizada no dia 07 de outubro, na PUC-Rio.

    Segundo o coordenador geral do evento, este ano promete ter muitas novidades!

    Então, visite o site da Blender Pro para mais informações, e consulte o fórum para saber sobre a  inscrição, programação e envio de trabalhos.

    Fonte:

    Blender Brasil

  • Acaba de ser anunciado o próximo Open Movie da Fundação Blender: Durian.

    Segundo o blog do projeto, “Durian é uma fruta asiática, feia e fedida, mas deliciosa”, e este é o nome escolhido para este filme, cujo principal público alvo serão os adolescentes. O tema será de fantasia épica, com muita ação, monstros e uma garota heroína como personagem principal!

    O projeto começará a ser desenvolvido em Setembro, e tem previsão para começar a mostrar seus resultados entre Março e Abril de 2010.

    Confira aquí mais informações do projeto.

    Fonte:

    Blender Nation

  • A Blender Foundation está lançando um novo DVD de treinamento criado por Pablo Vazquez (VenomGFX), membro do time de criação do “Yo Frankie!”: o Venom’s Lab!

    Este DVD traz tutoriais avançados de modelagem, sculpting, shading, iluminação, trabalho com pêlos, cloth simulation, renderização e compositing, e é indicado para quem já tem conhecimentos básicos mas quer se aprofundar mais no uso do Blender.

    Cada tópico do DVD é apresentado utilizando um dos engraçados personagens criados pelo Pablo Vazquez, num total de 10 capítulos.

    Assista aquí o vídeo mostrando o que será abordado pelo DVD.

    Este DVD estará disponível para compra no meio de Junho, mas já está disponível para pré-compra no site da Blender e-shop, com desconto para aqueles que comprarem até 10 de Junho.

    A licença é em Creative Commons, mas o dinheiro arrecadado com a venda dos DVDs estará ajudando no crescimento e manutenção da Fundação Blender.


Aenean lacinia bibendum nulla sed consectetur. Duis mollis, est non commodo luctus, nisi erat porttitor ligula, eget lacinia odio sem nec elit.

Aenean lacinia bibendum nulla sed consectetur. Duis mollis, est non commodo luctus, nisi erat porttitor ligula, eget lacinia odio sem nec elit.

Aenean lacinia bibendum nulla sed consectetur. Duis mollis, est non commodo luctus, nisi erat porttitor ligula, eget lacinia odio sem nec elit.

Aenean lacinia bibendum nulla sed consectetur. Duis mollis, est non commodo luctus, nisi erat porttitor ligula, eget lacinia odio sem nec elit.


This is a testimonial Slider. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus rhoncus, arcu non blandit tempus, elit diam congue velit, ac porttitor enim purus sed ante. In feugiat, velit eleifend placerat scelerisque, tortor felis hendrerit neque, sit amet semper turpis velit fringilla risus. Mauris tempus risus non tortor mollis si–John Doe, Truethemes

This testimonial is created using shortcode. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus rhoncus, arcu non blandit tempus, elit diam congue velit, ac porttitor enim purus sed ante. In feugiat, velit eleifend placerat scelerisque, tortor felis hendrerit neque, sit amet semper turpis velit fringilla risus. Mauris tempus risus non tortor mollis si–John Doe,Themeforest

You can add any amount of slide here. Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus rhoncus, arcu non blandit tempus, elit diam congue velit, ac porttitor enim purus sed ante. In feugiat, velit eleifend placerat scelerisque, tortor felis hendrerit neque, sit amet semper turpis velit fringilla risus. Mauris tempus risus non tortor mollis si–John Doe, Truethemes